Olá e sê bem-vindo à última bit-nálise especial dedicada a Call of Duty: Modern Warfare 3! Por este andar certamente já não estarás confundo com esta categorização; porém, relembro, que uma franquia como Call of Duty merece uma análise algo detalhada de cada um dos seus segmentos principais. Finalmente, esta será a última de três, com foco no modo Multiplayer, um que cheira (figurativamente) mais a map pack de Modern Warfare 2 alargado do que algo com a sua identidade própria, revelando ainda mais ter sido realmente desenvolvido em cerca de ano e meio.

Ainda assim, navegando a onda de um pacote de mapas glorificado, o multiplayer de Modern Warfare 3 não é assim tão mau, apenas um pouco mais do mesmo com alguns QOL (quality of life) espalhados por lá. Os mapas, na sua generalidade, satisfazem, com Rust a ser novamente um favorito meu pelo seu combate frenético em cada canto, ou Highrise com um relativo bom equilíbrio entre snipers e tudo o resto.

Um soldado em Call of Duty, segurando uma arma na frente da fumaça.

Felizmente, a conhecida e apreciável gunplay de Call of Duty encontra-se intacta e de boa saúde em Modern Warfare 3. Não só isso, mas também o Slide canceling está de volta e veio para ficar, uma técnica quase obrigatória de aprender para estar ao mesmo nível que os restantes, transformando a nossa mobilidade e agilidade para um ritmo muito mais mexido. Por outro prisma, e não obstante a abundância exagerada de armas diferentes, é possível encontrar algo para todos os gostos, embora umas tenham um TTK (time to kill) melhor que outras. Para isso, no entanto, é necessário reunir um bom leque de modificações nas armas, algumas desbloqueáveis através de um horrendo sistema chamado Armory Challenges.

Este, atingido o nível 25, desbloqueia a ingratidão de farmar (quanto possível) desafios diários e desbloquear não só suprarreferidas modificações, mas também armas e outros objetos mais interessantes. Não obstante isto ser um claro sistema para abrandar a progressão do jogador, e assim justificar mais horas de jogo (dado que muitas das modificações são meta) mas ainda esconde algo pior: de três escolhidas, só uma Armory Challenge terminará de cada vez. Com isto não digo que o sistema anterior de simplesmente evoluir de nível fosse a solução mais acertada, mas isto ainda está fora do desejado.

Mod apk de Call of Duty Black Ops 2 com elementos de Modern Warfare 3 e um modo multijogador emocionante.

Contudo, modos de combate, como Kill Confirmed ou Hardpoint ainda continuam a providenciar diversão suficiente para distrair até o mais cético soldado. Para ser honesto larga parte dos modos existentes não são experiências do outro mundo, com as diferenças serem o número de jogadores ou mapas maiores. Existe, no entanto, um totalmente novo chamado Cutthroat do qual não sou fã, onde três equipas de três enfrentam-se sem respawn, com uma bandeira no meio do mapa que puxa pelo confronto direto e intenso. Para quem gosta do combate mais tático e tenso este será certamente um chamariz.

Lê mais:  Horizon Chase 2 (PC) | Bit-nálise

Vale a pena jogar o Modo Multiplayer de Call of Duty: Modern Warfare III? Desconsiderando a pergunta retórica e concluindo, por outras palavras, ou seja, em resumo, sim, mas só se fores mesmo fã de Call of Duty.

Esta foi a sétima bit-nálise, análise tão curta que nem um bit ocupa, e uma num especial de três (campanha, multiplayer e zombies). Em baixo podes contar com a ficha técnica:

Nome e Preço: Call of Duty: Modern Warfare III – 79.99€
DLC e Preço: Uma batolada deles por isso consulta aqui sob separador Suplementos
Desenvolvedor: Sledgehammer Games, Inc. (primário)
Editora: Activision Blizzard Int’l BV
Metacritic: Call of Duty: Modern Warfare III
HowLongToBeat: Call of Duty: Modern Warfare III (2023)
Conquistas: Call of Duty: Modern Warfare III (2023) Trophy Guide & Roadmap
Testado numa: PlayStation 5
Agradecimentos: Obrigado à editora pela cedência de uma chave para bit-nálise

Ulisses Domingues
Desde muito cedo um confesso apaixonado pelos mundos da PlayStation e consolas Nintendo. No entanto a vida dá muitas voltas e agora o seu amor foca-se nas novas Xbox Series. Nada como paixão à primeira vista, não é verdade?