Tripla Charles Manson

O Especial Charles Manson da TVCine fica agora completo com o filme Era Uma Vez em… Hollywood, versão de Quentin Tarantino sobre a fatídica morte de Sharon Tate, às mãos da seita. Este é um Especial Charles Manson, a ver em exclusivo no TVCine Edition, dia 21 de Junho, domingo, a partir das 19h05.

O culto de Manson tem sido objecto dos mais variados case studies, e inspirado dezenas de obras cinematográficas, seja pelos contornos sociológicos do caso, seja pela vertente criminal. Assim, 3 anos após a morte do perverso líder da seita, os Canas TVCine vão exibir dois filmes inéditos: um biopic sobre três das suas seguidoras em prisão perpétua, e um documentário com materiais de arquivo nunca antes vistos.

Com uma personalidade magnética, a promessa de uma vida livre e teorias apocalípticas, muito baseadas em interpretações distorcidas de músicas da época, nomeadamente Helter Skelter dos Beatles, Charles Manson construiu uma seita que aterrorizou a América no final dos anos 60.

Com mais de 100 seguidores, a família Manson partilhava uma paixão por um estilo de vida pouco convencional, com uso regular de drogas e em comunidade fechada. Maioritariamente jovens mulheres, os seus seguidores acreditavam, sem questionar, que Manson era um Messias e nas profecias de uma guerra racial. A sua capacidade de manipulação era tal, que em nome da família Manson os seus seguidores cometerem 9 brutais assassinatos, fazendo de Manson uma das mais infames figuras da história do país.

Lê mais:  Spiral: O Novo Capítulo de Saw | Estreia hoje no TVCine

Sessão Tripla Charles Manson na TVCine Edition

O Culto De Manson | 21 de Junho | 19h05

Susan Atkins, Leslie Van Houten e Patricia Krenwinkel foram condenadas à pena de morte depois de terem assassinado oito pessoas a mando de Charles Manson, o carismático líder da seita a que pertenciam. Mas, quando a pena de morte foi abolida na Califórnia, as suas penas foram comutadas para prisão perpétua. Durante a sentença, foram mantidas num local isolado para que as ideias de Manson – ainda vivas nas suas mentes – não “contagiassem” as outras reclusas.

Anos mais tarde, considerando que, apesar de tudo, elas foram vítimas de uma longa lavagem cerebral por parte do psicopata, Virginia Carlson, a responsável pelo estabelecimento prisional, aprova as visitas de Karlene Faith, uma criminologista especializada em direitos das mulheres. Com a dedicação de Karlene, as três raparigas vão libertar-se do poder de Mason e finalmente entender a brutalidade dos crimes que cometeram. Através do seu olhar, assistimos à transformação destas jovens, à medida que se confrontam com os seus abomináveis crimes.

Estreado no Festival de Cinema de Veneza, o filme é um drama biográfico realizado por Mary Harron (I Shot Andy Warhol, American Psycho) e escrito por Guinevere Turner, que tem por base os factos narrados em The Family: The Story of Charles Manson’s Dune Buggy Attack Battalion, de Ed Sanders, e em The Long Prison Journey of Leslie Van Houten: Life Beyond the Cult, da autoria de Karlene Faith.

Lê mais:  Spiral: O Novo Capítulo de Saw | Estreia hoje no TVCine

Manson: As Cassetes Perdidas | 21 de Junho | 20h55

Um documentário com material inédito sobre o culto de Charles Manson, incluindo entrevistas com membros da seita, pessoas chave envolvidas no caso e Bobby Beausoleil, em prisão perpétua pelos crimes cometidos em nome da família Manson. Uma nova perspectiva da história, sem censura ou reconstituições dramáticas, com realização de Hugh Ballantyne, Richard Dale, Alexandra Lacey e Andrew Saunders.


Era Uma Vez em… Hollywood | 21 de Junho | 22h00

O ano é 1969 e Charles Manson lança o terror em Los Angeles com a sua visão apocalíptica do Helter Skelter. Tudo está em mudança. Rick Dalton (Leonardo DiCaprio), antiga estrela de westerns televisivos, e o seu duplo de muitos anos, Cliff Booth (Brad Pitt), confrontam-se com uma indústria que já não reconhecem, mas chegam a Hollywood determinados a reavivar as suas carreiras.

Ali, os seus destinos vão cruzar-se com personagens que marcaram uma época. Entre elas está a jovem Sharon Tate, na altura grávida do cineasta Roman Polanski; e Charles Manson, cujos crimes cometidos por si e pelos seus seguidores chocaram o mundo, mudaram costumes e deram o mote ao fim do movimento hippie. Uma nova versão da história, contada na perspectiva de Quentin Tarantino.

Apaixonada pelo mundo do cinema e dos videojogos. A ficção agarrou-me e não me largou mais! A vida levou-me pelo caminho da Pós-Produção, do Marketing e da organização de Eventos de cultura pop, mas o meu tempo livre, dedico-o a ti e à Squared Potato.