A Nintendo Switch tem sido a consola de eleição para muitas empresas de videojogos indies. É já quase impossível nomear todos os grandes títulos disponíveis na híbrida nipónica, mas há um que recentemente se destacou entre os lançamentos. Esse videojogo é nada mais do que o Guacamelee! Super Turbo Championship Edition!

Lê mais:  Minecraft Dungeons | Análise

Guacamelee! não é um videojogo novo, por assim se dizer. Foi lançado em Abril de 2013 para a PlayStation 3 e PlayStation Vita, expandido-se mais tarde para PC, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e ainda para a Nintendo Wii U, sob a formula Super Turbo Championship Edition, que permitiu-nos jogar pela primeira vez neste jogo em modo cooperativo. Agora, em pleno final de 2018, a aventura chegou também à Nintendo Switch, e sendo eu uma pessoa que nunca tinha experimentado este videojogo, vamos ver como ele se comportou, passados 5 anos desde o seu lançamento.

Este videojogo mete-te em controlo de um lutador mexicano, Juan, que quer parar os planos do malvado Calaca e os seus seguidores, salvando a filha do El Presidente e impedir a fusão entre o mundo dos mortos e o dos vivos. Um plot simples, mas até divertido, graças às piadinhas que vão aparecendo da boca das personagens. Mas nem tudo é só história, pelos vários locais, existem side quests que podes fazer, no caso de te apetecer sair da rotina e explorar um pouco mais este mundo.

O estilo de jogo é o que mais singrou, com um estilo plataforma Metroidvania de acção, dá-me a liberdade para ir explorando caminhos novos e descobrindo segredos espalhados por vários locais. Mas não foi a exploração o que me levou ao êxtase, foram as suas mecânicas de combate videojogo.

Guacamelee

Lê mais:  RIDE 4 | Novo Modo de Jogo Endurance World Anunciado

Ao longo desta aventura, deparas-te com algumas estátuas, chamadas de Estátuas Choozo. Estas uma vez partidas, invocavam o proprietário, um velho homem-cabra, Uay Chivo, que algo rezingão te dá novos poderes de lutador. Estes poderes são essenciais à progressão da aventura, pois uns têm a capacidade de destruir certos obstáculos e outros a capacidade de subir paredes ou dar saltos duplos, conseguindo chegar a certas áreas até então inacessíveis. A habilidade mais interessante para mim é a capacidade de trocar de planos entre o mundo dos vivos e dos mortos, pois alguns objectos e inimigos só podem ser “tocados” quando estamos no mesmo plano. Injustiça é que ainda que estejamos em planos diferentes, conseguimos receber dano inimigo.

Guacamelee

Lê mais:  PlayStation | Mais descontos e Ofertas de Fim de Semana na PlayStation Store!

Estas habilidades desempenham também um papel muito importante nos combates, pois permitem-te fazer combos, enchendo de porrada os inimigos. As mesmas podem ainda assim receber um melhoramento através de upgrades, estes melhoramentos são feitos através dos checkpoints espalhados pelas áreas. Aqui não só também podes melhorar essas habilidades, como também adquirir itens para melhorar os Stats de Juan, e mudar a sua aparência. Mulher lutadora, um homem-cabra, um boss, são várias as opções de personalização. Contudo, achei estas personalizações mais vantajosas quando joguei com mais amigos no modo cooperativo.

Sim, esta versão tem um modo cooperativo muito bom e muitas vezes foi graças aos meus amigos que consegui superar alguns inimigos e Bosses que me dificultavam a vida. Se já conheces as minhas análises sabes que dou valor enorme a videojogos cooperativos, pois criam momentos divertidos com amigos e família. Contudo, para se poder jogar este jogo com alguém, é necessário um comando completo, pois usar apenas um Joy-Con não chega. Isto é um pouco chato se és daquelas pessoas que só têm ainda um par de Joy-Con, mas é compreensível, pois as mecânicas de jogo exigem todos os botões dos Joy-Cons para realizar as muitas acções da personagem.

Guacamelee

Lê mais:  Disintegration | Análise

Em termos de aspecto, Guacamelee! não desilude. Com um estilo bem próprio, parecido aos Cartoons, consegue tanto agradar os mais novos como também os mais velhos. O desempenho também mantém-se extremamente fiel, mantendo-se sempre nos 60 frames por segundo, tanto em modo Dock como em Portátil, nas resoluções 1080p e 720p, respectivamente. Contudo, ao longo do jogo, deparei-me com três situações distintas, em que não pude progredir, porque necessitava de derrotar um inimigo, mas este tinha desaparecido. Com isto, só me restou reiniciar o videojogo. Estas situações ocorreram sempre que joguei com amigos no modo cooperativo. Até que tudo se resolva num futuro update, fica o aviso. As músicas também estão bem adaptadas, pegando na cultura mexicana e na sua cultura folclórica e traduzindo numa experiência musical fantástica.

Guacamelee! Super Turbo Championship Edition está disponível para PC, PlayStation 4Wii UXbox 360Xbox One e para a Nintendo Switch.

Conclusão da Análise
Muito divertido!
8
Um fanático por Nintendo, de nome "Nintendista", que procura mostrar ao mundo o lado mágico da empresa que o acompanhou durante toda a vida.