Saber é Poder veio colmatar a necessidade de um jogo onde famílias, amigos, casais pudessem competir pelo título do derradeiro sabichão da casa. Fazendo parte dos videojogos que utilizam o sistema Playlink, estes primam pela facilidade com que jogamos, sendo que nem é obrigatório ter um Dualshock para se poder passar horas em rivalidades didácticas e divertidas!

Lê mais:  NieR Replicant ver.1.22474487139 | Novidades e Data de Lançamento

Saber é Poder: Gerações veio reforçar a adesão ao facilitismo que este jogo propõe, adicionando três modos de jogo novos: Challenge, Quick Match e Questions.

Challenge – neste modo apenas irão encontrar desafios, exclui todas as questões;

Quick Match – o jogo rápido predefinido que facilmente encontramos em qualquer jogo;

Questions – ao contrário de Challenge, este modo apenas inclui perguntas, dispensando desafios;

Além destes modos de jogo, foram introduzidas questões sobre várias décadas, sendo estas de categorias específicas. Isto veio diversificar ainda mais o leque de questões, o que na minha opinião é fulcral neste tipo de jogos, visto que tendem a cansar ao fim de 10/20 jogos, pois já todos sabem as questões de cor, tirando os sabichões, esses já as sabiam antes de estarem nos jogos…

Sendo que a sua génese é um quiz, o objectivo do jogo é sermos o sabichão da sala, através de uma série de perguntas. Cada jogador começa por votar numa categoria, a maioria ganha, sendo que os empates levam a uma escolha aleatória. Contudo, caso um jogador não se sinta confortável com a escolha, tem a opção de impingir a sua escolha, utilizando o Power Play. Um mecanismo que prevalece sobre a categoria escolhida em prol de quem o usa.

Saber É Poder: Gerações

Lê mais:  PlayStation Plus Setembro de 2020 | PlayerUnknown’s Battlegrounds e Street Fighter V

Após a escolha da categoria, encontramos-nos num confronto directo, onde podemos condicionar o percurso dos nossos rivais, usando obstáculos como uma substância viscosa que cobre as respostas do jogadores, remover letras das mesmas, ou até espalhar bombas pelo ecrã, sendo que o toque numa das bombas interrompe temporariamente o jogo. Isto obviamente é o ingrediente que mantém as disputas equilibradas, pois o mesmo jogador pode ser condicionado várias vezes caso seja o sabichão do grupo.

Existem questões sobre todos os tópicos, desde astronomia a videojogos, passando por quase tudo o que seja pop culture. Pelo meio das questões, temos mini jogos que fazem uso das capacidades do telemóvel, superando o simples “toque no ecrã”, podemos usar swipes para diferenciar categorias, ou até mesmo ligar certos nomes a certos grupos.

Após uma série de rondas, todos nos encontramos numa pirâmide, sendo que somos lá colocados de acordo com o lugar em que nos encontramos. Como podem imaginar isto não significa nada, pois o jogador que responder mais rápido avança mais, abrindo ainda mais o jogo aos que ficaram atrás. Também nesta disputa podemos utilizar as condicionantes, o que impossibilita a vitória em casos extremos!