Vindo das profundezas das mascotes da Sony, reergue-se Sackboy, o protagonista da grande série de LittleBigPlanet, reinventado numa aventura que, apesar de simples, é eficaz e sólida na sua execução.

Desta vez, Sackboy encontra-se em Craftworld, a relaxar e a divertir-se numa pequena cidade. Infelizmente, no que parecia ser apenas mais um belo dia, Craftworld é atacada por Vex, o grande vilão da nossa história, que tem o objectivo de destruir e dominar toda a Imagisphere, atacando vários mundos.

Cabe a Sackboy de pôr as mãos à obra e salvar Imagisphere dos planos maléficos de Vex, e assim começa a grande aventura do nosso pequeno peluche.

Em Sackboy: A Big Adventure, tens um mapa do mundo onde te encontras, onde podes andar à vontade nele, seleccionar os níveis, ir para zonas secretas, e também aceder ao Zoom Zoom, que é o vendedor de roupas e acessórios.

O mapa tem uma óbvia inspiração na série de Super Mario Bros, com os vários níveis representados por uma plataforma no mapa, interligados, e que vão desbloqueando à medida que os completas na sequência.

É dentro destes níveis que o jogo se torna interessante. Sackboy: A Big Adventure é um jogo de plataformas em 3D, mais focado numa experiência linear, com alguma liberdade no que toca a teres mais do que um caminho para poderes chegar ao final, como também algumas áreas opcionais onde irás encontrar um ou mais dos vários coleccionáveis do jogo.

Lê mais:  When The Past Was Around | Análise

O Sackboy é extremamente fácil de controlar, sendo responsivo tanto no movimento como nos saltos, tendo também acesso a um roll, fazendo com que Sackboy se meta às cambalhotas numa direcção, ganhando um bocado de velocidade, como o Sonic, mas não tão rápido, claro.

Os níveis são variados, tendo um foco ou tema únicos, como um nível onde tens várias plantas altas, em que tens de usar um bumerangue para cortá-las e criar formas de poder subir plataformas e proceder, ou mesmo um nível onde tens de pisar cola para poderes andar nas paredes.

Os inimigos são simples, mas com variedade suficiente para manter o interesse, com inimigos que rodam como peões na tua direcção, ou uns inimigos mais pequenos e rápidos que saltam longe, tentando cair em cima de Sackboy.

No final dos níveis, tens umas medalhas que te são dadas de acordo com a tua performance: Tens a medalha dos presentes, se encontrares todas as peças de roupa e acessórios no nível; a medalha do às, que involve não morreres uma única vez no nível; e por fim, as taças de bronze, prata e outro, que são dadas baseadas numa pontuação geral do nível, sendo que cada taça dá-te sinos, para poderes gastar no Zoom Zoom para enfeitares o teu Sackboy, e também te dá roupa e acessórios.

Lê mais:  Ghost of Tsushima | Anunciado modo multi-jogador online Ghost of Tsushima: Lendas

Para melhorares a pontuação dos teus níveis, terás de apanhar as várias bolhas espalhadas, bem como apanhar as roupas e as bolhas azuis especiais. Estas bolhas são necessárias para poderes avançar para o boss que se encontra no final de cada mundo, sendo que terás de ter um certo número de bolhas azuis para poderes desbloquear o último nível.

Esta mecânica encoraja os jogadores a explorar e divertirem-se com os vários desafios dos níveis, nunca exigindo demasiado dos mesmos, pois é necessário apenas uma parte das bolhas azuis, sendo a colecção de todas as bolhas opcional.Como já tinha mencionado, cada mundo tem um boss no final. Há uma boa variedade nos bosses, com um foco no platforming, tendo como exemplo saltar por várias plataformas para apanhar e atirar algumas bombas.

À medida que vais coleccionando as várias roupas e acessórios para o Sackboy, tens a possibilidade de vestir e decorar o nosso protagonista com os mesmos, havendo várias opções, como um fato de pirata ou de um sapo, podendo até misturar várias peças de vários conjuntos, criando possivelmente até um sapo-pirata.

Sackboy: A Big Adventure já se encontra disponível para Playstation 4 e Playstation 5, sendo que na Playstation 5 terás uma resolução maior e várias melhorias gráficas.