Parece mentira, mas aconteceu mesmo! Presenciámos um evento histórico na Altice Arena, organizado pela BLAST Pro Series! Tivemos direito a ver a final de um torneio internacional de Counter Strike: Global Offensive, ser realizada em Portugal. E só tenho a dizer: que espectáculo!

Embora o visionamento público tenha sido apenas de um dia, esta Pro Series começou na sexta-feira, com jogos fechados, de forma a adiantar o torneio, para que o horário não se prolongasse em demasia no dia oficial.

Publicado por Squared Potato em Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

[irp]

Ora, no dia oficial começámos com a equipa que jogava praticamente em casa, os MIBR, (que jogavam com um stand-inswag) a defrontarem os temíveis FaZe no famoso Mirage. Este duelo, tal como todos os outros foi disputado com grande intensidade até ao fim, sem qualquer equipa a abandonar os seus objectivos, presenciámos um embate de titãs, acabando num empate.

À medida que este jogo ia decorrendo, íamos vendo NiP perecerem perante Astralis (9-16) e os NaVi a triunfarem sobre os Cloud9 (16-10), ambos os jogos no Overpass. Até aqui já notávamos a liderança da que é provavelmente a melhor equipa de todos os tempos em Counter Strike: Global Offensive, pois Astralis já reinavam sobre os outros ainda nem a meio íamos.

Publicado por Squared Potato em Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

[irp]

Na ronda seguinte, mais uma vez destaque à equipa da casa, MIBR, este destaque correu mal, até porque os brasileiros foram atropelados pelos Astralis no Inferno, com Magisk a destacar-se no famoso pit, criando ali um legado para o seu hold. Nos outros jogos vimos os NaVi a triunfarem sobre os FaZe e os lendários NiP a perecerem perante Cloud9, com f0rest a destacar-se com numa ronda através de smokes.

Por fim, e para se redimirem e deixarem Portugal em grande estilo, vimos os MIBR defrontarem os NaVi, num embate que envergonhou a equipa ucraniana pois s1mple e companhia saíram de Mirage com apenas duas rondas obtidas contra dezasseis da formação brasileira (que agora é internacional). Quando Cloud9 tinha tudo para garantir a passagem à final, são derrotados por Astralis, que nem precisavam da vitória, mostrando a sua frieza e garra para ganhar tudo o que seja jogo, e NiP a empatarem com FaZe no último jogo, sendo que os suecos saíram do torneio como últimos classificados.

Publicado por Squared Potato em Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

[irp]

Antes da grande final tivemos o bastante conhecido Stand-Off, onde o terceiro classificado escolhe uma equipa para se defrontarem numa série de jogos 1v1, onde cada jogador assume uma arma diferente, os duelos seguem a seguinte ordem:

M4A4 – RUSH vs. rain (6-7)

Desert Eagle – kioShiMa vs. NiKo (3-7)

AK-47 – refrezh vs. olofmeister (7-6)

CZ75 – flusha vs. karrigan (5-7)

AWP – autimatic vs. GuardiaN (7-3)

Sendo que o total ficou 28-30, vitória para os FaZe, que levaram um prémio de 20,000$ para casa!

Publicado por Squared Potato em Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

[irp]

É a final, e os Astralis estão lá, portanto já sabem o que aconteceu.

Embora o público fosse um extremo apoiante dos NaVi, foi impossível não reconhecer a superioridade que os dinamarqueses apresentaram sobre os adversários. É surreal como a equipa liderada por gla1ve continua torneio após torneio a levantar troféus, dada a falta de competitividade.

A equipa ucraniana começou bem no Overpass, arrecadando uma vitória de 16-7 sobre os dinamarqueses para o catálogo, mas os Astralis rapidamente acordaram em Cache, triunfando por 16-9, pelo que em Dust2 não deram margem para erro e rapidamente (16-4) puseram um fim ao sonho da equipa de s1mple e electronic em levantarem um troféu de um torneio em que Astralis vá à final.

Publicado por Squared Potato em Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

[irp]

Assim foi a história que tantas vezes já vimos este ano, sinceramente vai ser difícil nos próximos anos haver uma equipa tão dominante como estes dinamarqueses, grande respeito por Xyp9x, dupreeh, gla1ve, device e Magisk.

Um grande agradecimento à BLAST por nos ter dado a oportunidade de assistirmos a este espectáculo excelentemente organizado, e esperamos que tenham gostado de Portugal ao ponto de cá voltarem!

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.