A  Nintendo chegou ao mundo da LEGO, numa nova parceria entre as duas grandes empresas, dando origem a vários kits alusivos ao mundo de Super Mario. E, como não podia deixar de ser, eu decidi adquirir um destes kits, não só pela curiosidade, mas também pela nostalgia de voltar a montar um kit da LEGO.

Foram poucos dias depois da data oficial para o lançamento destes kits que fui atraído, num supermercado, pela destacante e colorida prateleira, cheia destes kits, aos quais não pude resistir e agarrei no Kit base, onde vem incluído o nosso herói mais conhecido do mundo da Nintendo, o Super Mario. Contudo, a carteira não gostou lá muito da ideia, mas o desejo foi maior que o raciocínio.

A montagem

Chegando a casa, não pude deixar de ficar inquieto por começar a desempacotar os pequenos sacos, cheios de peças fortemente coloridas. Mas antes, como uma criança grande e bem comportada, decidi agarrar no pequeno e estranho “manual” que se escondia lá no fundo da caixa. A surpresa foi que este pequeno aglomerado de folhas de papel nada de instruções continha. Serviu apenas para mostrar um pouco dos outros kits desta colecção, bem como avisar que teria que instalar a aplicação (para telemóvel e tablet) LEGO Super Mario, de forma a conseguir aceder às instruções de montagem.

Lego Super Mario

Depois de instalada a aplicação, que ocupa quase 1GB, e iniciada, és convidado/a a montar o Mario e os respectivos objectos com os quaisequais interage. Isto é tudo feito através de instruções muito bem definidas, explicando-te que saco abrir e que peças deves utilizar, num ambiente em 3D que podes mover livremente utilizando o ecrã táctil do teu Smart device. A cada montagem é-te mostrado um pequeno tutorial, para perceberes como deves brincar com aquela peça e como esta interage com Mario de LEGO.

Voltar a ter a experiência de montar algo em LEGO foi bem nostálgico e giro, ainda que a complexidade dos objectos deste kit não tenha sido muito por aí além. No entanto, sinto que uma criança, mesmo com a idade mínima recomendada para montar este kit, deve estar acompanhada de um adulto, especialmente durante a utilização da aplicação no Smart device.

A Brincadeira

Mesmo antes de passar aos verdadeiros desafios, não pude deixar de brincar com Mario de LEGO. Desde o som de saltar quando replicamos o mesmo com as mãos até aos sons de ligar e desligar, foram momentos bem nostálgicos cuja expressão nunca me vou cansar de mencionar.

Lego Super Mario

A disposição do kit em si não é algo definido, mas sim algo criado a partir da tua criatividade. As peças longas disponibilizadas no kit, servem de meio de conexão entre os vários objetos e obstáculos que podes criar. Ou seja, basicamente, tu é que crias o teu nível de Super Mario em LEGO. Contudo, se não fores uma pessoa com muita criatividade, podes sempre utilizar a app dedicada e explorar as criações sugeridas e ainda criações feitas comunidade. Fica a nota que tu também podes tirar fotos às tuas criações e partilhá-las, inspirando outras mentes criativas!

A app conta ainda com desafios semanais, utilizando a mobília da tua casa como parte dos níveis

Mario de LEGO pode ainda conectar-se à app, via Bluetooth, servindo para registar as moedas e inimigos que Mario consegue vencer durante o percurso. Isto tudo enquanto ouves directamente a clássica música de Super Mario Bros. e os seus efeitos sonoros. Um toque nostálgico muito poderoso para os meus ouvidos.

Lego Super Mario

Contudo, a brincadeira parece chegar ao fim com alguma rapidez. Uma vez que brinques durante uma ou duas horas, a experiência começa a parecer um pouco repetitiva. Mas claro que isto é dito por um adulto com mais de 30 anos. No caso de uma criança, a diversão certamente irá prolongar-se enquanto restar energia nas duas pilhas AAA (não incluídas) em Mario de LEGO. E se me perguntas quanto tempo estas duram, ainda não te posso dizer, mas o que é certo é que até hoje as pilhas ainda alimentam o nosso herói, que se desliga automaticamente ao fim de poucos minutos, economizando bateria.

Com isto, cheguei à seguinte conclusão: se és adulto, vais querer olhar para estes Kits como um coleccionável, uma peça nostálgica; se este kit chegar às mãos de uma criança, podes querer que esta vai brincar durante mais tempo e certamente andará com o Mario nas mãos a replicar os seus saltos por toda a casa.

Valerá a pena comprar os restantes kits?

Essa é a pergunta para a qual a resposta vai variar consoante dois factores: se fores um verdadeiro fanático por LEGO e Super Mario, esta será uma boa oportunidade para aumentares a tua colecção com algo que será verdadeiramente único. Isto porque não saberemos se isto será um produto que vai durar alguns anos ou se é algo limitado. Vai tudo depender muito da aceitação do público e do resultado das vendas do mesmo. No entanto, será muito difícil, falando por mim, de pagar mais de 400€ por todos os Kits, sem falar no grande e ainda mais nostálgico kit da réplica da consola clássica NES.

Caso contrário, se fores uma pessoa que tem algum interesse, ou tens um filho/a ou um amigo, aí talvez faça mais sentido arranjares só este kit, como uma bela prenda, ou como um miminho para ti mesmo, que poderás expor numa estante ou expositor lá em casa.


E tu, já te apaixonaste pelo LEGO Super Mario?

Conclusão da Análise
Peças bem nostálgicas!
8
Um fanático por Nintendo, de nome "Nintendista", que procura mostrar ao mundo o lado mágico da empresa que o acompanhou durante toda a vida.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.