A realidade virtual trouxe consigo uma panóplia de interações nunca antes vividas, criando um horizonte à espera de ser explorado.

Embora os headsets ainda estejam manifestamente caros, já é possível conseguirmos promoções cuja relação qualidade/preço não nos parece um assalto.

Para o tradicional jogador, a realidade virtual é algo que lhe passa ao lado sem grandes problemas.

Eu não sou um jogador tradicional: tudo o que seja jogável é digno de se experimentar (até mesmo jogos como Agony ou ARK, quanto mais para não se repetirem estes erros).

Tendo já adquirido o PSVR, o qual uso mais no computador, incrivelmente, decidi embarcar nesta aventura de conhecer a VirtualFun e eis que me maravilho com o que encontro.

Lê Mais:  E3 2019 | As Novidades Apresentadas Para VR

José Ferreira lidera a VirtualFun na Avenida Barbosa du Bocage em Lisboa, acompanhado de Bruno, um rapaz que ajuda na montagem e configuração dos suportes.

Sendo esta uma loja modesta em tamanho, somos surpreendidos quando chegamos à porta.

No entanto, não se deixem enganar: a VirtualFun colmata essa falta de espaço no Omni Virtuix, a plataforma onde corremos no mesmo sítio, à lá passadeira, sendo que queimamos as mesmas calorias mas estamos a jogar e a divertirmo-nos como nunca.

Lê Mais:  Nintendo Labo - Toy-Con 04 VR KIT | Análise

Estive à conversa com o José, alguém bastante sensato e lúcido não só no que diz respeito à indústria dos videojogos mas também aos avanços tecnológicos, e a melhor maneira de lidar com os mesmos.

Deixo aqui algumas perguntas e respostas pertinentes:

O que é que o levou a trazer esta tecnologia para Portugal?

Eu acredito que isto é o futuro.

Estamos neste momento em Lisboa para podermos estar abertos a horas fora do expediente, o que também compatibiliza com a minha agenda, dado que quase todos os dias tenho reuniões de manhã onde demonstro o produto, pois um dos objetivos é também vender as plataformas com os óculos.

Como é que funciona?

Nós temos dois computadores: um que corre os jogos (sendo este mais do que suficiente para correr qualquer jogo actual) e outro que se encontra na plataforma Omni que funciona através de inteligência artificial (sendo que apenas tem processamento e memória, e, entre 15 a 45 segundos, ele traça o perfil de quem está no Omni).

Através deste reconhecimento, o computador define a velocidade com que se processam os gráficos, pois a realidade virtual tem um grande problema que é a latência, eliminando-se assim grande parte do tempo de resposta, reduzindo a latência a 0,00… (irrelevante).

Além do hardware, o software é também bastante importante.

Consigo gerir qualquer ponto do mundo onde eu tenha Omnis, controlando ao detalhe qualquer pormenor que me apeteça. Além disto, temos vinte(!) jogos no catálogo, algo que ninguém tem. Temos rivais, neste momento, que apenas oferecem quatro ou seis.

Lê Mais:  Boku no Hero Academia | Anime Vai Estrear Em Portugal Em Português!

Planeia fazer o negócio crescer além da realidade virtual?

Não, eu acredito que o futuro vai passar irremediavelmente pela realidade virtual, pelo que apenas nos vamos manter por onde estamos agora.

Viajei à volta do mundo a conhecer todos os detalhes intrínsecos ao funcionamento desta tecnologia para perceber qual a melhor maneira de tirar proveito da mesma, sendo que vou apostar apenas nisto.

Além do crescimento virtual, porque não físico?

Temos perfeita noção que o sucesso passa por onde se encontram mais diversões.

Posto isto, andamos a descobrir locais que queiram colaborar e nos sejam vantajosos, como por exemplo, a loja que vamos abrir em Cascais.

Acreditamos que a colaboração com outras empresas trará imensas vantagens, não só a nós como também a eles, numa fusão de públicos.

Lê Mais:  Arcade | Panfleto de Arcada Misteriosa Veio de Portugal?

O José é alguém com bastante experiência: sendo engenheiro informático, tem uma percepção extraordinária do funcionamento da tecnologia.

Aliado a isto, é também um excelente comunicador, o que muitas vezes vende mais o negócio do que o próprio produto!

Não só como plataforma de videojogos, o Omni Virtuix serve como um motor de combustão à queima de calorias.

Acreditem ou não, suam bastante quando sobem para a plataforma.

Será algo a manter em vista num futuro próximo, ainda para mais numa altura em expansão. Aproveitem esta oportunidade para ajudar a VirtualFun pois merecem pelo esforço e dedicação com que nos presenteiam estas oportunidades.

Um grande bem-haja ao José e ao Bruno, caso estejam a ler isto, e a melhor das sortes!

Links uteis: Site oficial | Facebook | Google Maps | Contacto