Depois de te ter trazido o primeiro artigo da nova rúbrica Anime e Arte, baseado em Elfen Lied e Gustav Klimt, explorarei agora a influência do pintor no anime Sora no Woto.

[O seguinte artigo contém imagens com nudez, não sendo aconselhável aos mais novos.]

Sora no Woto foi também realizado por Mamoru Kanbe, sendo uma reinterpretação da história universal; um amálgama de culturas, povos, tradições e anacronismos fundidos num único espaço e linha de tempo. Os protagonistas, soldados do exército do país fictício de Helvetia, passam a maior parte do seu tempo livre destacados na capital Seize, a qual defendem ocasionalmente do ataque dos inimigos da sua nação.

O enredo usa o género musical, bem como drama e comédia.

A abertura usa uma clara alegoria ao friso de Beethoven, obra que o austríaco concluiu em 1901 para a décima quarta exposição da Secessão de Viena, em homenagem a Ludwig Van Beethoven.

Sora No Woto e Gustav Klimt
Friso de Beethoven: As Musas (1902)

Embora as duas séries (Elfen Lied e Sora No Woto) tenham o mesmo director e compartilhem referências a Gustav Klimt, essa adição não é um capricho estético.

A arte de Gustav Klimt é cheia de misticismo e da qual uma infinidade de símbolos pode ser extraída. Sejam emoções ou palavras, esse expressionismo funciona, pelo menos neste caso, retratando um enredo tão especial quanto o das duas séries. Tal como quando o conteúdo de um livro se encaixa perfeitamente na capa que foi feita.

Lê mais:  Anime e Arte | Elfen Lied e Gustav Klimt
Sora No Woto e Gustav Klimt
A Tragédia (1897)
Sora no Woto e Gustav Klimt
Friso de Beethoven: Ode à Alegria (1902)

O friso, pintado nas paredes do pavilhão, ilustra os temas da Nona Sinfonia do compositor alemão através de uma narrativa. A Humanidade, condenada à mortalidade e ao sofrimento, enfrenta, por meio de um herói, os males do mundo, como a morte, a doença, a loucura e a luxúria, representados pelas formas de monstruosidades mitológicas de Typhon e Górgonas.

Gustav Klimt, como Beethoven quando compôs a peça musical em homenagem ao poeta Friedrich von Schiller, alegoriza a batalha que os homens procuram para alcançar a suprema felicidade; batalha em que eles lutam com as únicas armas que são bastante próximas do que chamamos de imortalidade: arte e virtude.

Em Sora no Woto, isto é mais do que presente, porque como a arte de Gustav Klimt, esta é uma colagem de diferentes estilos artísticos, variando entre o greco-latino, egípcio, bizantino, oriental, renascentista, barroco, até à arte moderna.

Sora No Woto e Gustav Klimt
Friso de Beethoven: Ode à Alegria (1902)
Sora No Woto e Gustav Klimt
Friso de Beethoven (1902) / Fundo: Water Serpents I (1904-1918)
Sora No Woto e Gustav Klimt
Goldfish (1901-1902)
Sora No Woto e Gustav Klimt
Medicine (Estudo) (1900-1907) / Fundo: Friso de Beethoven (1902)

Fica a conhecer mais de Anime e Arte.


O que achas da homenagem a Gustav Klimt em Sora No Woto?

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.