Até mesmo os fãs mais acérrimos da DC poderão nunca ter ouvido falar de Doom Patrol. Esta BD, de Arnold Drake, Bob Haney e Bruno Premian, sempre foi um pouco a ovelha negra da Detective Comics, com um elenco e história absolutamente loucos e inacreditáveis (nem vamos falar da personagem que é na realidade uma RUA senciente).

No entanto, quando o novo serviço de distribuição de vídeo da DC decidiu lançar Titans, uma adaptação de uma das mais famosas e adoradas equipas de heróis do seu universo, viu-se com a oportunidade para criar o spin-off Doom Patrol. Ou seja, esta série é o primo estranho de Titans excepto… Mil vezes melhor?!

Lê mais:  Doom Patrol | 2ª Temporada Estreia Hoje na HBO Portugal!

É verdade, Titans foi uma experiência interessante que correu muitos riscos e teve infelizmente um orçamento de miséria, mas conseguiu seduzir os fãs e renovar para mais uma temporada. O seu sucesso levou a que o seu spin-off tivesse mais investimento, e com resultados absolutamente fenomenais.

Doom Patrol apresenta-nos um elenco de estrelas bem-amadas, com Diane Guerrero (Crazy Jane), April Bowlby (Mulher-Elástica), Alan Tudyk (Sr.Ninguém), Matt Boomer (Homem-Negativo) e Brendan Fraser (Homem-Robô); bem como com um estilo retro muito reminiscente dos anos 80 e 90, personagens irreverentes, efeitos especiais impecáveis, uma banda sonora fantástica, uma loucura de história psicadélica com heróis que são tudo menos heróicos, e, um narrador vilão cínico e auto-consciente que tem imenso prazer em quebrar a “4th wall”.

Até a banda sonora e o video de introdução são artísticos de um modo arrepiantemente delicioso. As personagens são incrivelmente humanas e super-humanas ao mesmo tempo, o ritmo é impecável e a loucura total da história de Jeremy Carver funciona de modo hilariante apesar dos temas pesados, a categoria de 16+ e a violência e profanidade desenfreada.

Entre um robô com um cérebro humano, uma estrela de cinema vintage que derrete quando se enerva, uma mulher com 64 personalidades poderosas, um ex-piloto que não controla o seu parasita extraterrestre, uma cientista louco, nazis, burros mágicos, um vilão omnisciente e a presença de um outro elemento surpresa da DC, esta série está a dar que falar com acção, comédia, fantasia, mistério e uma carga emocional espantosa.

Esta série aborda temas de amizade, família, redenção, autoconfiança, aceitação, incapacidades, doença mental, trauma, e discriminação de um modo interessante e apelativo. Doom Patrol passou de ovelha negra da BD a estrela live-action da DC. Para quem procura algo diferente, esta é a série a seguir.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.