Nos tempos que correm, é muito natural que te tenhas esquecido dos grandes títulos cartoon que cresceram contigo, e é um facto, os cartoons de hoje em dia parecem não ter tanto impacto como antigamente, visto os mesmos se enraizavam em gerações e gerações de espectadores.

No entanto, hoje decidimos revisitar as obras de William Hanna e Joseph Barbera, fazendo trigger a algumas memórias que guardas das mesmas, e quem sabe, nos tempos que correm, até possas mesmo aproveitar a oportunidade para partilhar estes pequenos tesouros com os mais pequenitos daí de casa.

Hanna-Barbera 

Tom & Jerry

Tom and Jerry

A dupla mais desordeira chegou para abanar os estúdios concorrentes em 1940! Ou seja, daqui a mais 20 anitos, Tom e Jerry tornar-se-ão centenários que dispensam qualquer ideia da reforma dos pequenos ecrãs, detendo ainda hoje em produção, adaptações para captar o publico mais pequenito com as parvoíces que estes dois inventam. Cada episódio é literalmente passado numa espécie de jogo do gato e do rato, no entanto é sabido que Tom e Jerry não são eternos rivais declarados, pois ambos demonstram uma certa empatia um pelo o outro, e são inclusive capazes de juntar forças pelo bem comum.


The Flintstones

The Flintstones

“Wilma? Ohhh Wiiiillmaaaa?” É incrível a perseverança das obras que Joseph Hanna e William Barbera têm nas nossas vidas, especialmente se pensarmos que os Flintstones foram introduzidos na nossa cultura em 1960, e que ainda hoje são uma das famílias mais amadas pelos fãs de cartoons. Eu diria mesmo que foi um golpe de génio, pegar na caricatura da vida suburbana da sociedade americana de então, e transporta-la para a Idade da Pedra. Munindo um programa de comicidade e situações altamente relacionáveis, mas com um twist de que toda a tecnologia que existe hoje em dia para facilitar as nossas vidas, é adaptada para os tempos pré-históricos.


Top Cat

Top Cat

“Yes, he’s the chief, he’s a king, But above everything, He’s the most tip top, Top Cat!” Estamos em Manhattan em 1961 quando conhecemos TC e o seu gang de gatos vadios, que apesar de até serem algo bem intencionados, infernizam a vida de toda a cidade e especialmente do policia oficial Dibble. O grupo está recorrentemente a envolver-se em esquemas mafiosos para se livrarem das ruas, e conseguirem ter uma vida melhor. Escusado será dizer que se és um fã incondicional de felinos, vais adorar absolutamente conhecer este gang!


The Jetsons

The Jetsons

“Meet George Jetson.” A antítese da família Flintstones, ė a família Jetson, que encheu os pequenos ecrãs pela primeira vez em 1962, com uma sitcom passada no tão promissor (para altura) século XXI. É certo que hoje em dia ainda não temos carros voadores, muito menos conseguimos que esses caibam em pequenas malas para que não tenhamos de nos preocupar em deixá-los estacionados, mas é ainda assim fascinante e igualmente hilariante acompanhar o dia-a-dia desta família e de Astro numa sociedade que vive o apogeu da tecnologia.


Scooby Doo

Scooby-Doo

“Scooby Doo, where are you?” Se falamos em Astro, inevitavelmente temos de falar da grande mascote das produções de Hanna-Barbera, que só chegou para conquistar os nossos corações, uns aninhos mais tarde em 1969. Com um clima de mistério sempre por desvendar em cada episódio, a equipa da The Mystery Machine nunca parou desde então de investigar caso atrás de caso, sendo ainda hoje frequentes as adaptações desta franquia para apelar às gerações mais novas.


Wacky Races

Wacky Races

“MUTTLEY! DO SOMETHING!” Hehehe… Juro-te que se há coisa pela qual um fã de Hanna-Barbera vive, é por uma destas duas: Ver o Tom levar a sua a melhor sobre o Jerry, ou ver a The Mean Machine (00) ganhar uma corrida! Wacky Races trouxe-nos não só as corridas mais loucas desde 1968, como as personagens-tipo mais intrigantes e emblemáticas da época. Cada episódio é uma nova corrida, e quando Dick Dastardly não está fixado em apanhar um certo pombo correio, este foca-se em desenvolver esquemas para sabotar a concorrência na corrida ao titulo de vencedor nestas pistas. Sempre, acompanhado do seu fiel camarada Muttley, que arranja sempre maneira furar os seus planos inocentemente…


The Smurfs

the-smurfs-hanna-barbera

“Now Now! We all need to smurf down!” Foi em 1981 que descobrimos a existência destas criaturas maravilhosas que falam numa linguagem muito smurfada! Estes estranhos seres de cor de pele azul, vivem constantemente atormentados pelo medonho Gargamel e o seu gato Azrael.


The Powerpuff Girls

powerpuff-girls

“Sugar, Spice, and everything nice!” Estávamos em 1998 quando nasceram três raparigas super fofinhas: Blossom, Bubbles e Buttercup. Apesar de estas ainda andarem no infantário, a verdade  é que são as grandes heroínas de Townsville, frequentemente vistas a derrotar os planos maqueavelicos ( e consideravelmente criativos) do malvado simiano Mojo Jojo. Algo desconcertante para o público é sem dúvida o facto de vivermos obcecados por nunca vermos a cara da secretaria do presidente.


Droopy, Master Detective

Droopy, Master Detective

“Hello, all you happy people.” – diz Droppy com a sua voz monótona e sem qualquer sinal de vida e emoção. Apesar de se ter estreado em 1943, Droopy só teve direito a ter grande destaque em 1993 com Droopy, Master Detective, onde acompanhamos o Detective e o seu filho Dripple nas suas aventuras.


Dexter’s Laboratory

Dexter's Laboratory

A primeira vez que entrámos no laboratório do Dexter, foi em 1995, e desde então ficámos absolutamente maravilhados com a genialidade deste pequeno cientista de palmo e meia, cujo sotaque “omelette du Fromage” é ímpar! Escondido na cave da casa da sua família, Dexter sonha e cria invenções do outro mundo, num laboratório secreto que parece infinito. Contudo a chata da sua irmã está sempre a atrapalhar-lhe os planos..


Cow and Chicken

Cow and Chicken
“Supercow, to the rescue!” Foi em 1997 que ficámos  a conhecer as incríveis aventuras de de Cow e Chicken. Por mais estranho que possa soar, estas duas criaturas muito especiais, são de facto irmãos biológicos, adoptados por um casal humano. Se isto te faz alguma comichão, tenta agora sobreviver ao cringe que é cada aparição do antagonista Red Guy, sendo que este tenta sempre interpretar uma personalidade diferente, e está constantemente a tentar burlá-los com esquemas muito criativos.


I Am Weasel

I am Weasel

Se viste Cow e Chicken, de certeza que estas caras te são igualmente familiares. A dupla I.M.Weasel e I.R.Baboon chegou aos ecrãs em 1999, e mostra as peripécias de Weasel que um herói destemido, e Baboon, um macaco estúpido que tenta a todo o custo superá-lo, fazendo inclusive uma dança do cuzinho à Shin-chan quando prevalece. I.B Red Guy, também marca aqui a sua presença (uma daquelas personagens que nos ficam queimadas no cérebro não é verdade?) para ocupar novamente o papel de vilão.


Two Stupid Dogs

Two Stupid Dogs
“Aw isn’t that cute? BUT IT’S WROOOOONG!” Ainda hoje não sei se o título deve-se ao facto das personagens principais serem 2 cães estúpidos ou cães demasiado estúpidos, mas em um facto, este é um cartoon perfeito para aqueles momentos em que queres desligar o cérebro e “emburrecer” um pouco. Criado em 1993, aqui assistimos a uma espécie de revival (se assim o podemos dizer) do velho estilo característico de Hanna-Barbera de 1960’s.


Johnny Bravo

Johnny Bravo

“Wanna see me comb my hair, really fast?” Foi em 1997 que conhecemos o rapaz mais egocêntrico de todos os tempos, que passa todos os dias da sua vida a pentear o cabelo, a fazer peito, e a engatar miúdas, muitas vezes, sem sucesso. Até porque, quem é que têm paciência para um fala-barato destes, hein?


The Addams Family

The Addams Family

“The’re Creepy and Cooky, Mysterious And Spookey,Their All Together y, The Addams Family!” Se estalaste os dedos, perdeste! Talvez possamos considerar esta uma versão de 1992, a menos macabra das restantes adaptações da obra de Charles Addams. Mas uma coisa é certa, o humor negro e as artimanhas desta família, e os lábios molhados da Granny Frump são memórias que nos ficam queimadas no encéfalo para a vida toda! E não esqueçamos o seu motto: We Gladly Feast on Those Who Would Subdue Us.


E então? Quantos destes Cartoons é que já tinhas visto?

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome