Esta semana, a minha proposta para a seleção de série a abordar é The Whispers.

Apesar de ter sido uma produção televisiva cancelada, foi a escolha perfeita para mim, pois encontrava-me em época de frequências e tinha um tempo reduzido para ver um programa de duração prolongada.

Tambem optei por ela por ser algo com qualidade que considerei que vos iria agradar!

The Whispers é uma produção televisiva de suspense, ficção científica, drama e thriller. É uma série de 2015, constituída por apenas uma temporada de 13 episódios com 43 minutos cada. A emissora foi a ABC Studios com produtores como Steven Spielberg, Justin Falvey, Darryl Frank e Zack Estrin. O elenco é constituído por Lily Rabe, Barry Sloane, Milo Ventimiglia, Derek Webster, Catalina Denis, Kristen Connolly, Kylie Rogers e Kyle Harrison Breitkopf.

Baseada no conto Zero Hour do livro The Illustrated Man por Ray Bradbury, conta a história de agentes do FBI especializados em casos de crianças que ouvem vozes e são convencidas a praticar jogos muito perigosos. Na teoria, toda a ideia pareceu brilhante, mas será que valeu a pena?

The Whispers

Qualquer um se sentiria intrigado pela trama, e achei tão interessante que quis ver toda a série. Uma história sobre crianças que têm amigos imaginários, quase como fantasmas reais, que usam os miúdos, os seres mais frágeis do mundo, para que façam aquilo que estes mais desejam, manipulando-os e usando-os para seu próprio proveito. No fundo, as crianças, perdem a sua infância e inocência que para todos nós é das melhores fases da vida.

Apesar de ser, nesse aspecto, aliciante, não é inovação nenhuma. Não é para nós nada de novo a inserção de crianças em filmes ou séries de terror/triller chegando a criar um paralelo ou sinónimo entre o mal e a inocência. No entanto, como todas as séries de mistério, as dúvidas pairam no ar e nós ficamos com tantas perguntas por responder, que acabamos por ver mais e mais episódios, tentando incessantemente responder a tudo.

The Whispers

Como já vos contei em anteriores análises, o mistério e o desconhecido é algo que me atrai e sempre teve um grande impacto em mim, por isso, após pesquisar sobre a série, senti-me tentada a ver.

A produção é boa, a imagem e gravações também, o elenco bem escolhido, e a trama funciona. Contudo, as pessoas estão saturadas de temas repetitivos, de ideias semelhantes e, talvez, esse tenha sido o principal motivo do cancelamento ou não continuação desta produção. Não teria sido melhor fazer um filme? Seria viável temporadas e temporadas sobre crianças cujos seus amigos imaginários são fantasmas? Acabaria por ser cansativo e maçador. Na minha opinião, a melhor opção seria mesmo um filme.

Como foi cancelada, acaba por deixar muitas perguntas sem respostas. No entanto, eu sei responder a pelo menos uma delas! Vale a pena? Claro que sim. Deixo este gostinho de curiosidade no ar e desejo a todos votos de boas escolhas e boas séries!