Animal Farm 1954 George Orwell

À superfície, Animal Farm parece um filme típico da Disney, com um grupo alegre de animais a trabalhar juntos na quinta, quando, na realidade, é um filme incrivelmente obscuro com muita violência, sangue e morte.

O livro com o mesmo nome, do autor George Orwell, e publicado em 1945, inspirou dois filmes: o filme animado lançado em 1954 e o filme live-action lançado em 1999.
Este artigo será sobre o filme de 1954, pois foi aquele que vi.

Animal Farm (1954)

Animal Farm (1954) foi produzido por uma empresa britânica chamada Halas and Batchelor. Além disso, recebeu apoio financeiro da CIA. Porque é que a CIA financiou um filme sobre animais da quinta? Pois bem, o objectivo foi disfarçar este filme aparentemente inocente como propaganda contra ao aumento do comunismo no início da Guerra Fria.

A história passa-se numa quinta, de nome Manor Farm, onde o narrador nos explica que o agricultor, o Sr. Jones, recentemente começou a embebedar-se, deixando a quinta em péssimas condições para os animais viverem. Uma noite, o Sr. Jones volta tarde a casa num estado extremamente bêbado, esquecendo-se de alimentar os animais e demonstrando agressão desnecessária para com eles.

Fartos da situação, os animais decidem ter uma reunião de emergência no curral, organizada pelo membro mais velho da quinta, o porco Boarhog. O suíno começa por enumerar as várias injustiças criadas pelo agricultor, como por exemplo: o cavalo será imediamente morto assim que lhe deixar de ser útil ou como tudo o que os animais produzem lhes é retirado sem consentimento (ovos, leite…).

O porco exemplifica como a quinta possui recursos suficientes para os sustentar a todos mas a maioria acaba nas mãos do Ditador – quero dizer – agricultor da quinta. Então os animais chegam a um consenso: revoltarem-se contra o humano com um gesto um pouco… familiar.

Estes planeiam livrar-se do agricultor para que os animais possam viver sob as suas próprias regras: todos os animais são iguais e devem ser respeitados como tal.

A Revolta

Na manhã seguinte, acordam e descobrem que o agricultor não lhes deixou comida, pelo que decidem então arrombar o curral. O fazendeiro descobre o caos que os animais criaram e tenta assustá-los com chicoteadas mas os animais revoltam-se contra ele, obrigando o agricultor a correr pela sua vida… Literalmente. Mas ele não se ausenta por muito tempo, pois regressa com um grupo de agricultores para tentar recuperar a sua quinta. Os animais vêem a ameaça a chegar e preparam-se para a batalha.

Eventualmente, os animais acabam por ganhar, expulsar todos os humanos, tomar conta da quinta… O filme bem que podia acabar por aqui, mas não!

Triunfantes do seu sucesso, os animais decidem queimar tudo o que lhes lembre o agricultor e fazem uma celebração à volta da fogueira. Colocam também um cadeado na porta da casa do agricultor, afirmando que será para “sempre” um lugar fora dos limites.

Lê mais:  Chip'n' Dale: Rescue Rangers | Análise

Entretanto, um dos porcos – chamado Napoleão – entra surrateiramente para dentro da casa através de uma janela aberta para “salvar” os cachorrinhos que ficaram órfãos, uma vez que a sua mãe morreu na luta contra os agricultores. Mas, em vez de os levar para ao pé dos restantes animais, o porco Napoleão esconde-os. Entretanto, outro porco – de nome Snowball, começa a escrever as regras que todos os animais deverão cumprir na nova quinta, denominada de Animal Farm:

Untitled 3
“Nenhum animal deverá dormir numa cama / Nenhum animal deverá beber álcool / Quatro patas é bom, duas patas é mau / Nenhum animal deverá matar outro animal / Todos os animais são iguais”

(Para os porcos as asas contam como pernas, por isso as aves estão safas.)

Golpe de Estado

Por agora, tudo parece estar bem na quinta. Os animais trabalham juntos para o bem da quinta. Quando chega a altura das colheitas dividem a comida em porções iguais para todos. O novo líder da quinta, Snowball, educa os animais a ler e a escrever, pois acredita que ao possuírem uma sociedade mais culta e desenvolvida pode trazer novas ideias brilhantes para o futuro. Napoleão, pelo contrário, não partilha da mesma ideia e usa os cachorrinhos que escondeu, agora cães adultos, para perseguirem e expulsarem Snowball da quinta.

Com Snowball expulso, Napoleão torna-se o novo líder e mente aos outros animais, explicando que Snowball era um traidor e planeava trazer o agricultor de volta. Este usa os planos que roubou de Snowball para criar um moinho e afirma que os outros animais terão que concordar com tudo o que ele dizer. Os animais aceitam cegamente estas novas ordens.

Nos dias seguintes, todos os animais, menos os porcos, começam a construir o moinho como Snowball ordenou. Napoleão elegeu os porcos como os animais mais espertos da quinta, logo estão isentos de qualquer trabalho manual, ficando apenas encarregues de supervisionar os outros animais “inferiores”. Devido à sua inteligência superior, os porcos ficam com tudo do bom e do melhor enquanto que os outros animais ficam com os seus restos.

Uma noite, alguns animais  notam que alguns porcos estão a entrar na casa do agricultor para dormirem. Eles têm a certeza que isso é contra as regras, mas ao verificarem as regras novamente, confirmam estar enganados – está descrito que “Nenhum animal deverá dormir numa cama sem lençóis“.

Hmm suspeito… Até parece que foi recentemente alterado…

Untitled 8
“Nenhum animal deverá dormir numa cama… sem lençóis.”

Enfim, adiante.

Uma Trajectória… Familiar

As coisas  começam a ficar de mal para pior em Animal Farm. Agora os porcos começaram a fazer negócios e trocas com os outros países – quero dizer, pessoas: em troca dos ovos das galinhas, os porcos recebem compotas e outros bens. As galinhas lembram-se que os seus bens nunca deviam ser retirados sem o seu consentimento e começam a revoltar-se contra os porcos. Esta estratégia resulta durante algum tempo, até que Napoleão ordena o seu exército de cães que mate as galinhas da forma mais brutal possível.

Napoleão volta a convocar todos os animais para um reunião e explica, novamente, que estes animais eram traidores e estavam a trabalhar em conjunto com o agricultor para destruir a quinta. Os animais acreditam em tudo. Os “traidores” são expulsos da quinta e tal como Snowball… mortos.

Lê mais:  D23 | Resumo do Primeiro dia com teasers, cartazes e trailers.
Untitled 9
“Nenhum animal deverá matar outro animal… sem justa causa”

As trocas com os humanos aumentam. Os outros agricultores notam que a quinta tem obtido mais lucros que eles e, mais uma vez, decidem eliminar a concorrência. Mas o agricultor da quinta não é “convidado”. Os animais, mais uma vez, preparam-se para a guerra, desta vez, utilizando novas tácticas. Enquanto o seu “destemido” líder se esconde, os animais ganham o conflito mas Napoleão, que não fez nada, fica com os louros e dá-se a ele mesmo uma medalha.

Mais Mentiras, Mais Sofrimento

Desta vez, houve mais danos: o moinho foi destruído, um dos cavalos levou com uma bala numa da patas, mas mesmo com graves ferimentos este continuou a trabalhar com todos os animais, excepto os porcos, para reconstruir o moinho. Um dia de chuva, enquanto o cavalo trabalhava sozinho no moinho, a corda que ele segurava com a boca escapou-se, fazendo com que um enorme pedregulho caísse em cima dele, tornando-o incapacitado para trabalhar. Descontente com isto, Napoleão chama os humanos para levarem o cavalo embora e o abaterem. Mais uma vez, Napoleão reúne os animais e ilude-os com uma mentira, mas desta vez os animais não caem na farsa.

Os meses passam-se. A quinta agora tornou-se numa espécie de campo de concentração, repleto de quadros do querido líder Napoleão a quem os animais são obrigados a prestar vassalagem. Os porcos tornaram-se mais humanos, vestindo roupas, bebendo álcool e andado sobre duas pernas, de forma a demonstrarem a sua superioridade e inteligência.

Untitled 10

Diferenças do Livro

A partir daqui, o filme destaca-se do livro: os animais, finalmente, decidiram que chega de serem gozados e revoltam-se contra os porcos. Napoleão chama pelos seus cães que. (in)felizmente. estão demasiado bêbados para o ajudar. E assim, os animais recuperam a quinta de corruptos. Mas isto não acontece no livro: os animais nunca se revoltam e acabam como escravos até à morte.

Moral da História

Se não chegaram lá, eu digo-vos: a personagem de Napoleão é uma personificação de Estaline, que liderou a revolução russa graças ao comunismo e se tornou num ditador poderoso.

Menciono, também, o facto de os porcos se tratarem uns aos outros como camaradas, falando sobre revolução e vemos a forma como os outros animais abdicam dos seus direitos para servir o Ditador, que acaba por tornar as suas vidas muito mais miseráveis.  Os outros animais não possuem falas, apenas os porcos – talvez para os representar como membros sem voz, e submissos.

Animal Farm trata-se de um filme da Disney decididamente obscuro, mas com uma mensagem intemporal poderosa.

Fica a conhecer mais Filmes Obscuros para Crianças.


Já viste/leste Animal Farm? Achas que é um filme/livro apropriado para crianças?