Guia de Kdramas da Netflix | Romance

A Netflix não é estranha a conteúdo internacional, com uma vasta lista de produções oriundas dos quatro cantos do mundo. Mas nenhum país parece ter tido tanto sucesso ou adesão ao seu conteúdo media como a Coreia do Sul, através dos kdramas.

Mas o que são kdramas?

Podendo ser traduzidos por dramas coreanos, estes tratam-se de séries ou “novelas” que, na sua maioria, se estendem por mais de 10 episódios de duração de mais ou menos uma hora cada, e que normalmente acarretam várias temporadas. Muitos consideram ainda que filmes coreanos pertencem à categoria de kdrama, apesar de ambos terem características bastante diferentes: estilo de cinematografia, maquilhagem, guião, além de que os filmes têm muito mais liberdade e menos censura – apesar de existirem excepções.

Alguma história

Não é de admirar que os kdramas se tenham alastrado de tal forma pelo mundo que é rara a pessoa que não os conheça ou tenha, pelo menos, ouvido falar deles: os mesmos fazem parte de um fenómeno apelidado de Hallyu, K-Wave ou, em português, a Onda Coreana que tomou o mundo de surpresa no final dos anos 90.

De forma sucinta, a Onda Coreana trata-se da popularidade da cultura pop da Coreia do Sul e sua aceitação e celebração pelo resto do mundo. Esta inclui não apenas os kdramas mas, ainda mais proeminentemente, o kpop (ou pop coreano) – cujo clímax se pode atribuir ao grupo musical BTS.

Kdramas na Netflix

Apesar de já há alguns anos a Netflix incluir kdramas na sua oferta, certamente, nenhum teve tanto impacto e provocou tanta tracção como o famoso Squid Game. Foi com este título que a população em geral, desconhecedora de kdramas, foi “iniciada” no fenómeno global que anteriormente apenas se cingia a um niche de adeptos da cultura coreana.

Com Squid Game, abriram-se as portas para que a Netflix e outras plataformas semelhantes adicionassem muitos outros kdramas à sua oferta, variando em género e história, e proporcionando momentos de puro entretenimento aos seus clientes.

Este guia – que se dividirá em várias partes, por género – pretende dar-te a conhecer os títulos que podes encontrar agora na Netflix e que te poderão interessar baseado nos teus gostos. Para alguém que começou agora a sua viagem no mundo dos kdramas, poderá parecer algo intimidante escolher o teu primeiro! Espero, portanto, que a nossa selecção te ajude a encontrar um ou mais kdramas feitos à tua medida.

Começamos, então, pelo género Romance – apesar de a maioria dos kdramas incluírem algum romance, os títulos que se seguem têm como foco uma ou múltiplas relações, e estas são o tema principal da trama: alguns de forma mais dramática, outros de forma mais alegre, mas em ambiente contemporâneo e sem elementos de fantasia (reservamos esses para outro guia!).


Crash Landing On You

O que acontece quando uma herdeira sul coreana se despenha na Coreia do Norte durante um acidente de parapente e dá de caras com um soldado? Será que as diferenças culturais os vão impedir de se apaixonar? Claro que não!

Um romance Romeu e Julieta que te fará rir com as peripécias mais improváveis e comover com os momentos mais ternos entre os protagonistas. Não é um kdrama para levar a sério mas sim para entreter os mais românticos que procurem algo que os faça suspirar. Curiosidade: os actores casaram-se há pouco tempo na vida real e estão à espera do primeiro filho – caso para dizer que a química era tão grande que não conseguiu ficar pelo ecrã!

Episódios: 16

Temporadas: 1


Business Proposal

A melhor amiga de Ha-ri convence-a a se passar por ela num encontro às cegas com um homem de negócios bem-parecido de forma a escapar-se de um casamento arranjado. O problema é que ele acaba por ser o CEO da sua empresa! O mesmo não a reconhece mas Ha-ri tem agora um grande problema nas mãos… Ou então, um romance de conto de fadas.

Se gostas de romances doces mas também de comédias completamente estapafúrdias, então Business Proposal é para ti! Com uma premissa algo irrealista (quando foi a última vez que o vosso patrão super rico e bem-parecido se apaixonou por vocês?), este kdrama ajudará a relaxar ao final de um dia stressante com imensas gargalhadas e um romance (ou dois) muito fofinho para te deixar derretido. Curiosidade: este título é baseado no webtoon do mesmo nome.

Episódios: 12

Temporadas: 1


Love Alarm

Num mundo onde, através de uma app no telemóvel, todos podem descobrir a pessoa que os ama e dar a conhecer os seus sentimentos num raio de 10 metros, Jo-jo depara-se com a cruel realidade de ninguém estar apaixonado por ela… Isto é, até um aluno novo ser transferido para a sua escola.

Love Alarm não só se trata de uma história de amor como também de uma viagem de autoconhecimento, das pressões que as gerações actuais sofrem com as redes sociais e de quão importante é nos amarmos a nós mesmos em vez de ficarmos obcecados com validação exterior. Claro que o romance é um tema central neste kdrama mas de uma perspectiva mais global e social do que o que a maior parte destas séries nos habituaram até aqui. A segunda temporada dividiu imenso os fãs, pelo que talvez seja melhor ficares-te pela primeira…

Lê mais:  Temporada de Inverno 2023 | Top 5 animes mais antecipados

Episódios: 8 / 6

Temporadas: 2


Hometown Cha-Cha-Cha

Uma dentista bem-sucedida vê-se numa situação financeira complicada que a leva a ir viver para uma pequena cidade pescatória. Sendo uma mulher da cidade, a sua adaptação torna-se não só difícil como hilariante e a presença de um estranho mas atraente homem dos sete ofícios vem pôr em questão tudo o que antes acreditava.

Para aqueles que gostam de romances entre personalidades tipo A e tipo B (a perfeccionista e o deixa-andar) e histórias passadas em pequenas cidades com as suas “peculiaridades” e personagens típicas, especialmente quando deparadas com a realidade de alguém “vindo de fora”, então não podes perder Hometown Cha-Cha-Cha! Vai certamente deixar-te com um sorriso na cara e vontade de te mudares para um local remoto à beira-mar, repleto de vizinhos cuscos mas cheios de boas intenções.

Episódios: 16

Temporadas: 1


Our Beloved Summer

A aluna estudiosa e o palhaçinho da escola vêem-se emparelhados para um documentário que seguirá as suas vidas e dinâmica durante alguns meses. Apesar de ao início terem uma relação cão e gato, eventualmente acabam por se apaixonar. Dez anos mais tarde, os produtores decidem revisitar a sua história, o que os obriga a confrontar o seu passado doloroso e os muitos fantasmas que deixaram para trás.

Our Beloved Summer trata-se de um dos romances mais únicos e crus que já vi, explorando as vertentes mais realistas das relações e abordando temas familiares complicados. Alternando entre o presente e o passado, por vezes num formato de documentário, dá-nos a descobrir as peças do puzzle que compõem a história deste casal improvável a pouco e pouco. Perfeito para amantes de romances entre polos opostos, que nos enche (e contrai) o coração e faz perceber que a vida não é preto no branco e que as escolhas duras que fazemos podem ter um tremendo impacto no nosso futuro.

Episódios: 16

Temporadas: 1


Nevertheless

Duas pessoas cínicas em relação ao amor devido a traumas passados tornam-se amigos coloridos, mas as diferentes expectativas de ambos levam a um tórrido romance cheio de altos e baixos. Na-bi, de coração partido e desesperada por afecto, acaba por apaixonar-se por Jae-eon, um rapaz namoradeiro que não gosta de compromisso, e agora cabe-lhes navegar esses sentimentos de forma a magoar o outro o menos possível.

Vou ser honesta e dizer que Nevertheless não será para toda a gente e certamente não o foi para mim, que o achei algo (ok, muito) tóxico. Mas ainda assim o aconselho porque é um romance incomum e muitos gostarão dele não só pela sua história complexa mas também pelas dinâmicas interessantes do ponto de análise social. E mesmo que não sejam adeptos da relação principal, existem outras ao longo da série que provavelmente os vão deixar derretidos e com vontade de ver mais e mais.

Episódios: 10

Temporadas: 1


It’s Okay to Not Be Okay

Uma escritora de livros para crianças antisocial e um auxiliar de saúde psiquiátrica introvertido que cuida do irmão autista cruzam caminhos e acabam por se envolver. Ambos carregam muita bagagem emocional, acabando por ajudar-se mutuamente a curar as feridas e os traumas que sofreram no passado, ao mesmo tempo que aprendem o que é o verdadeiro significado do amor.

Outro romance que foge muito à fórmula a que estamos habituados nos kdramas. A personagem principal é incrivelmente complicada (diria, até, uma anti-heroína) e a relação de ambos não é a mais saudável. Mas a verdade é que a essência deste kdrama não se prende tanto com o romance mas sim com a viagem pessoal de cada um dos protagonistas e das relações que estes têm consigo e com os outros, além de que explora temas extremamente complexos como a saúde mental, a família e o amor-próprio. Acredito que acabará por deixar qualquer um rendido às suas particularidades – afinal, não teria ele ganho vários prémios!

Episódios: 16

Temporadas: 1


One Spring Night

A vida de Jeong-in e Ji-ho muda no momento em que esta entra na sua farmácia depois de uma noitada, à procura de um remédio para a ressaca. A partir desse dia não deixam de pensar um no outro mas Jeong-in está numa relação há 4 anos e Ji-ho é pai solteiro… Conseguirão vencer as adversidades e acabar juntos?

One Spring Night é inesperadamente viciante apesar da sua premissa e guião simples: a trama gira em torno do vão-ou-não-vão entre as duas personagens principais, com pequenos vislumbres das vidas daqueles que os rodeiam, tratando-se de um kdrama incrivelmente mundano e o qual poderia ser a história de qualquer um de nós. Apesar da sua relação ter tido um começo invulgar, não vais conseguir deixar de torcer pelo final feliz deste casal e deliciares-te com os pequenos momentos entre si. A série inclui temas bastante actuais como o casamento, núcleo familiar, pressão social, infidelidade e violência doméstica que te deixarão investido desde o primeiro minuto e trazem imensa dimensão a uma história, de outra forma, pouco impactante.

Lê mais:  Stranger Things | Novas imagens da Quarta Temporada

Episódios: 16

Temporadas: 1


Something in the Rain

Uma mulher de carreira reencontra o irmão mais nova da melhor amiga depois de este voltar do estrangeiro, onde esteve a trabalhar durante três anos. O que começa como uma reconexão inocente torna-se num esforço enorme para lutar contra preconceitos e conseguir a felicidade.

Este kdrama explora uma relação amorosa entre duas pessoas com uma diferença de idade significativa (onde a mulher é mais velha que o homem) e as suas repercussões numa sociedade algo machista e preconceituosa que é a da Coreia do Sul. A química entre os dois actores principais conseguiu tornar Something in the Rain em algo muito mais especial do que a história originalmente prometia, apesar de por vezes ser difícil não ficar frustrado com as personagens devido às suas personalidades complicadas aliado a um ritmo lento e sem grandes revelações. No entanto, penso que tudo isso só a torna mais realista e aumenta o nosso investimento emocional, pelo que vale bem a pena ver até ao fim se quiseres um romance maduro que te toque verdadeiramente.

Episódios: 16

Temporadas: 1


Lovestruck in the City

Um arquitecto encontra e perde o amor da sua vida durante umas férias na praia, reencontrando a rapariga que lhe roubou o coração mais tarde nas ruas caóticas de Seoul. Será que vão poder voltar a reacender a chama antiga ou tudo não passou de um amor de verão?

Um dos pontos fortes deste kdrama é o seu formato único e dinâmico – tal como em Our Beloved Summer, Lovestruck in the City apresenta duas linhas de tempo diferentes, onde a actual, por vezes, se desenrola em formato de documentário e a antiga é revelada através de flashbacks, contando a história de amor de três casais. Se gostas de praia, então os flashbacks dar-te-ão uma imensa vontade de ir passar umas férias e aproveitar o sol e o mar, pois tratam-se de episódios realmente divertidos e de uma beleza visual incrível, mas também super relaxantes. Já na actualidade, não só percebemos que há muito mais a descobrir sobre as personagens principais mas também outros romances a acontecerem paralelamente que te vão deixar igualmente investido!

Episódios: 17

Temporadas: 1


Romance is a Bonus Book

Depois de abrir mão de uma carreira promissora para se tornar dona de casa, Dan-i decide voltar ao mundo do trabalho após um divórcio atribulado. Encontrando imensos obstáculos por se tratar de uma mulher na casa dos trinta com um grande vazio no seu currículo, esta fará de tudo para arranjar emprego e providenciar para a filha, acabando por ganhar um posto numa editora gerida pelo amigo de infância.

Para amantes de livros e de leitura, Romance is a Bonus Book dá um vislumbre interessante da profissão e do que esta acarreta, mas também de um romance adorável entre uma mulher mais velha e um homem mais novo. Para além disso, a série dá ainda ênfase às muitas amizades dentro e fora do escritório e todas as personagens secundárias oferecem uma óptima adição à história. Gostei especialmente da relação entre as três mulheres principais, consideradas já “maduras” no mercado do trabalho, e da ambição e garra de Dan-i ao tentar reerguer-se depois de passar por uma situação tão desafiadora. Se gostas de uma série com temas interessantes, boa química e um enredo captivante, este é o título a seguir!

Episódios: 16

Temporadas: 1


My First First Love

Tae Oh consegue, finalmente, a sua liberdade quando se muda sozinho para a casa que o avô lhe deixou. Infelizmente, a sua situação rapidamente muda quando se vê obrigado a providenciar um tecto para o seu grupo de amigos: a sua melhor amiga e primeiro amor, um aspirante a actor que quer vingar no mundo do espectáculo e provar aos pais que estavam errados e uma herdeira rica que foge da família controladora em busca de um futuro que só a si lhe pertence. Conseguirão viver juntos sem destruir a sua amizade no processo?

My First First Love é extremamente leve e fofo, pelo que é perfeito para umas boas tardes em que te apeteça relaxar e seguir as vidas amorosas e tontas de um grupo de amigos sem grandes dramas ou dificuldades pela frente (para além dos típicos problemas de jovens adultos). Tem momentos divertidos de fazer rir até doer o estômago, é cheesy até dizer chega, mas é mesmo o seu tom e a sua essência slice of life que captivam o espectador e fazem com que queiramos ver mais. A química entre os actores e as suas peripécias são o ponto forte deste kdrama com uma fórmula simples e directa, com alguma previsibilidade desde o início mas que, pessoalmente, não interferiu com a minha satisfação ao vê-lo! Far-te-á lembrar do teu primeiro amor e do que passaste na altura, e vai facilmente capturar o teu coração.

Episódios: 8 / 8

Temporadas: 2


Terminamos, por agora, as nossas recomendações de kdramas do género Romance na Netflix! Fica atento ao próximo episódio com um novo tema.

E tu? qual destes kdramas já viste? Quais os que te despertaram a atenção? Deixa-nos também as tuas sugestões nos comentários!