Não me canso de repetir que 2018 está a ser um excelente ano para o “mundo dos jogos de tabuleiro moderno português”. Entre eventos, criações e lançamentos, passando por criação de espaços e grupos, prémios internacionais, de associativismo e voluntariado social, até criação de sinergias pelo país: Portugal e os portugueses estão de parabéns! Quando em 2015 olhei para uma montra de uma loja na baixa de Faro e vi um jogo de tabuleiro chamado “Game Of Thrones” estava longe de pensar na imensidão que é este mundo!

O tempo corre, mas ainda faltam cerca de 3 meses para o ano terminar, por isso seria prematuro fazer um balanço de 2018 (que upa, upa, está a ser …). Então vamos falar de um dos (sim porque há mais) mais recentes jogos PORTUGUÊS, de uma editora PORTUGUESA, de autores PORTUGUESES, o Arraial.

Quem é que se lembra de jogar Tetris? De tentar fazer mais linhas possíveis antes que tocássemos no topo? Ou então de fazer andar com a peça à volta a tentar acertar no sitio certo? Na minha infância, na nossa casa era uma luta pelo “brick game”! Agora existem outras alternativas, outros jogos bem mais modernos, graficamente superiores e estimulantes, mas até será possível encontrar o jogo vintage por esse mundo digital não? Mas se eu vos disser que podem jogar à volta de uma mesa, com amigos e/ou família, e relembrar o Tetris, mas de uma forma muito mais divertida e dinâmica? Teria sido uma excelente solução para nós, poderíamos jogar os 4 (é um jogo de 2 a 4 jogadores), ainda passar tempo juntos e, para mim um grande atractivo, não é preciso “entender” de jogos de tabuleiro para conseguir jogar. É leve, fácil e divertido!

ArraialArraial

Lê mais:  51 Worldwide Games | Análise

A editora MEBO Games lançou este jogo da autoria de Nuno Bizarro Senteiro e Paulo Soledade (dois grandes criadores portugueses), com excelentes e coloridas ilustrações de Nuno Saraiva, que nos remete não só para o Tetris, mas também tem um tema que nos lembra logo Portugal e animação! Durante o jogo, todos teremos a “nossa própria festa”, para onde queremos atrair o maior número de pessoas possível, ao longo das três fases, enquanto podemos tentar “sabotar” a festa do vizinho do lado! E claro… ganhar o melhor Arraial! As peças, de 4 cores, representam os músicos que animam os arraiais (amarelo), os comerciantes de comida, de manjericos (vermelho), as pessoas que gostam de dar um pé de dança e também de conhecer novas pessoas (azul) e os comilões, a retratar todas as pessoas que aproveitam não só para dançar, mas sobretudo para degustar, por exemplo, uma bela sardinha (verde).

Se até agora não estão convencidos, aqui em baixo deixo o vídeo da explicação do jogo.

Lê mais:  51 Worldwide Games | Análise

Passatempo para ganhar um Arraial, até dia 13 de Outubro de 2018: https://www.facebook.com/namirajogos/

E agora? Vamos jogar?

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.