Closer To Me | Aguentarás Este Thriller Psicológico?

Nunca é tarde demais para reconhecer que, a realidade que nos rodeia, pode ser mais traiçoeira que o mundo que criamos para nos proteger. E é essa a premissa de Closer to Me, um videojogo em desenvolvimento pelo estúdio português Lewk Inc.

Closer To Me é um jogo na terceira pessoa que explora a mente de um indivíduo aparentemente normal, mas quanto mais avança na sua jornada, mais questões lhe surgem. Aos poucos o senso de verdade e realidade desvanecem-se. As respostas são cada vez mais escassas. Afinal o que se passa? 

Em Closer to Me, a estória é contada através de um ambiente interactivo, misterioso e pesado. A pressão psicológica é sempre constante. A personagem principal apesar de demonstrar estar inicialmente atenta, aos poucos, tem a sua sanidade em causa. Nunca se sabe o que poderá acontecer e se está mesmo a acontecer, ou se será tudo fruto da sua perda de sensibilidade.

Na missão apresentada no trailer, o jogador encontra-se numa igreja. A mesma onde o casamento dos seus pais se tinha realizado há vários anos atrás. Porém, no momento presente, está a decorrer um funeral… sem participantes. O que se passa? Porque é que o caixão está abandonado? O que é que aquela nota quer dizer? Essas respostas serão dadas na resolução de diversos puzzles e desafios, baseadas nas memórias (re)vividas da personagem principal.  

Principais características de Closer To Me:

Thriller/Suspense: a deterioração mental da personagem permite visualizar aquilo que está além da compreensão. Do mais simples, ao mais complexo, a perda de sentidos é uma constante. 

Puzzles estranhos: vários desafios enigmáticos serão colocados ao longo dos níveis, que contribuíram para a perda e ganho de lucidez da personagem principal.

Violência psicológica: psicologicamente pesado/violento. Closer to Me, poderá incomodar os jogadores mais sensíveis, visto que aborda casos de depressão e pressão psicológica.

Closer to Me está actualmente em desenvolvimento para PC e PlayStation 4.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.