Cheguei aos locais mais obscuros deste mundo e no regresso trouxe algo realmente assombroso comigo, estou a falar de Crawl!

Lê mais:  Layton’s Mystery Journey: Katrielle and the Millionaires’ Conspiracy | Análise

Crawl é nada mais do que um videojogo indie, desenvolvido pelo estúdio Powerhoof, que te coloca na pele de um dos 4 heróis, presos numa masmorra sombria, repleta de perigos carnais! O objectivo é muito simples: ser o único a sair da masmorra. Mas para o fazeres, terás que derrotar monstros, de forma a receberes experiência e aumentar o teu nível. Ao chegares ao nível 10, terás a missão de derrotar o Boss Monstruoso que habita a masmorra, e uma vez derrotado, serás digno de sair daquela escuridão. Parece simples não é? Mas não, pois lembra-te que não estás sozinho nesta masmorra!

Os 4 heróis terão que lutar pela sobrevivência, e só um poderá sair de lá vivo. O mais giro disto é que uma vez que mates 3 três heróis, os espíritos deles lá permanecerão, e vão fazer de tudo para de tramar! Estes espíritos podem tanto ser controlados por jogadores como por CPU, ou então ambos, caso não tenhas amigos suficientes.

Crawl

Lê mais:  Captain Tsubasa: Rise of New Champions | Novo Trailer!

Os espíritos podem possuir objectos presentes nas salas e usá-los contra ti. Ou então, podem ainda colectar ectoplasma, espalhado pela masmorra, para invocar slimes. Contudo, o verdadeira habilidade que um espírito possuí é de poder-se transforma-se em várias criaturas, utilizando os pentagramas que se encontram em algumas salas das masmorras. Estes monstros estão divididos por várias classes, e cada um tem o seu estilo de ataques, o que te dá uma boa gama de possibilidades de acabar com o herói. Quando o herói chega ao fim de cada nível, poderás fazer upgrade às tuas criaturas, utilizando pontos “Wrath”. Estes pontos são-te concedidos cada vez que o herói passar de nível. Estes upgrades são necessários para conseguires matar o herói com mais facilidade.

No caso de o herói perecer, o espírito que o matou irá possuir o corpo dele, enquanto o morto agora se torna um espírito, e assim assim o ciclo repete-se. Mas agora focando no Herói: Este tem o seu ataque normal e habilidade especial. Mas ao longo do jogo, encontrarás lojas dentro da masmorra onde poderás adquirir mais habilidades, ou até mesmo outros tipos de armas e acessórios.

Crawl

Lê mais:  Tokyo Mirage Sessions FE Encore | Análise

Como já falei, o herói ganha experiência cada vez que derrota uma criatura, e com isto aumenta o seu nível. Assim que se chega a nível 10, podes usar o portal, escondido algures numa das salas da masmorra, onde lá se encontra o grande boss! Mas uma preciosa dica que te dou é que não entres logo, tenta comprar o máximo possível de armas e acessórios, pois esta batalha não é pêra doce! As batalhas são bastante complicadas pelo simples facto de que os espíritos poderão atrapalhar-te a vida, possuindo partes do corpo do Boss, e controla-las. Uma vez que percas, o teu corpo não será possuído, mas expulso até à entrada do portal. Se perderes pela terceira vez, o jogo termina sem vencedor.

O design de Crawl é bom e consegue transmitir aquele ambiente obscuro e arrepiante. As animações estão bem conseguidas, mesmo sendo um videojogo com modelos low-pixel. Contudo, podia haver um pouco mais de variedade presente nas masmorras, pois passado algumas horas de jogo, começa-se a notar a repetição de elementos no videojogo.

Crawl

Lê mais:  Dia dos Namorados | Sugestões Geek para o Teu Dia Especial

A banda sonora em Crawl está mesmo boa, usando o estilo retro com o tema escuro que o videojogo tem, dá-nos o apoio de ouro às sessões de jogo com os amigos, sem falar de que estas ficam-nos presas na cabeça como uma boa assombração. A voz narrativa do videojogo está absolutamente brutal! Sem dúvida uma escolha acertada de tom para os darem aquele arrepio na espinha, porém, gostaria que esta estivesse mais presente no videojogo, e não só na introdução da partida.

Por fim, quero dizer-te que este videojogo deve ser jogado com mais amigos, pois desta forma momentos de grande diversão e risada! Caso jogues sozinho a experiência poderá tornar-se a mais aborrecida, pois quando calha seres o espírito, ficarás a ver os CPU’s a jogarem sozinhos e a jogar o videojogo todo por ti, o que é frustrante!

Crawl encontra-se disponível para PlayStation 4, Xbox OneNintendo Switch e na Steam para PC, Mac e Linux.

Conclusão da Análise
Assombrante!
8
Um fanático por Nintendo, de nome "Nintendista", que procura mostrar ao mundo o lado mágico da empresa que o acompanhou durante toda a vida.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.