Não tem sido nada fácil a imposição da Google no mercado de videojogos. Desde o seu lançamento, uma promessa surgiu com todas as especificações da consola e serviço: a criação de jogos internos através da divisão criada, desde logo denominada por Stadia Games & Entertainment.

Infelizmente, 14 meses depois do seu lançamento, os estúdios internos do Stadia compostos por cerca de 150 desenvolvedores – que entretanto a Google assegurou outras funções e continuação na empresa – são agora encerrados.

Segundo dado a entender pela companhia, toda esta situação final já estava a ser estudada minuciosamente, e com a decisão da saída de Jade Raymond, a veterena executiva com passagem pela Ubisoft e contratada para chefiar os estúdios internos da Google, foi o pesar máximo na decisão final.

“Fazer grandes jogos a partir do zero leva muitos anos, além de um investimento bastante significativo que continua em crescimento exponencial”, diz no comunicado, “Decidimos assim que não voltaremos a investir na chegada de conteúdo exclusivo através dos nossos estúdios internos SG&E após o lançamento dos jogos planeados. Com o foco máximo de usarmos a nossa tecnologia para os nossos parceiros na indústria, a Jade Raymond decidiu abandonar o projecto e procurar outras oportunidades na sua carreira, que desejamos o melhor sucesso e agradecemos todo o contributo feito no projecto.

Ainda que nada impeça acordos da Google para receber jogos e conteúdo exclusivos na sua plataforma, e tendo acima de tudo em conta a sua pouca adesão por parte dos jogadores, ficará ainda mais difícil alcançar o sucesso necessário para se afirmar na indústria de videojogos.

Lê mais:  Cyberpunk 2077 | Novo Trailer Revela mais Conteúdo

No entanto, caso sejas fã e utilizes a plataforma Google para jogar os teus jogos, já foi assegurado no comunicado da empresa que a plataforma continuará a ter o suporte de sempre, e novos jogos continuarão a chegar ao catálogo, tal como antes.