Nunca fui fã de jogos que envolvam sangue e armas, misturados com o realismo da sua combinação. Mas existem excepções à regra, e Gun Club VR foi uma delas. Foi com algum interesse dentro de mim que decidi agarrar nos meus Oculus Quest e testá-lo. Fica a saber como correu!

Lê mais:  Anthem | O Jogo Já Está Em Alpha Segundo A Bioware

Desenvolvido pelos The Binary Mill, Gun Club VR é um simulador de armas com características realistas, onde pomos à prova as nossas perícias de tiro ao alvo. Tudo isto feito num mundo virtual, onde os comandos são as tuas mãos.

Desafios interessantes

Gun Club VR vem com uma boa dose de desafios. Estes estão divididos em várias categorias, passando por tiro ao alvo, salvamento de reféns e até um apocalipse zombie – claro que tudo representado em tábuas de madeira. Em cada tipo de desafio encontrarás várias missões, que se vão desbloqueando conforme as superas. Mas para isso, terás que fazer uma boa pontuação dentro do limite de tempo proposto. Caso contrário, estás fora.

Gun Club VR

Lê mais:  Beat Cop | Análise

Alguns cenários, apesar de interessantes, não contêm muito detalhe, o que causa um pouco de contraste com o detalhe mais trabalhado nas armas. Ainda assim, não é por isso que deixei de gostar menos deste jogo. Pelo contrário, foi a experiência de jogo que contou.

Conforme vais superando os desafios, recebes dinheiro e experiência, que te permitem não só desbloquear mais desafios como também acesso a novas armas. Com isto, quero falar-te um pouco mais sobre as armas no jogo.

Armas com um realismo nunca visto

A coisa que mais me chamou a atenção neste jogo foram as armas. Não é por ser fã de armas de fogo que essa atenção foi centrada, mas sim pelo detalhe e realismo que estas apresentam. Cada uma das armas comporta-se de maneira diferente, dispara de maneira diferente e carrega de maneira diferente. Tudo isto é feito à mão, desde o pegar na arma até à troca de munição. Algumas até possuem apoios que podes desdobrar! Tal é este realismo?

Lê mais:  No Man's Sky Beyond | Expansão Anunciada para Este Mês

Na versão Oculus Quest, estes gráficos foram ligeiramente reduzidos, mas o elevado grau de realismo manteve-se presente. Contudo, a liberdade que este novo Headset VR fornece é uma grande vantagem sobre a concorrência!

No que toca à quantidade, existe uma grande variedade de armas disponíveis divididas por tipos, Pistolas, SMGs, Assault / Sniper Rifles e Shotguns. Dentro destes tipos, destaca-se a Desert Eagle, AK47 e a M870, armas que, de certa forma, já deverás ter ouvido falar.

Também podes contar com algumas armas utilizadas na SEGUNDA Guerra Mundial

Como já tinha mencionado, cada arma possui características próprias, que deverão ser levadas em conta, consoante o tipo de desafio que vais entrar. Se pensas que vais para um desafio de Zombies com uma sniper rifle, pensa duas vezes. Contudo, existem ainda alguma armas especiais, que já vêm com algumas modificações que te ajudam bastante em alguns desafios, mas essas poderão levar-te à falência…

Personalização espetacular

Lê mais:  Pang Adventures | Análise

Outras das características bastante interessantes é a personalização das armas neste jogo. Cada arma poderá ser melhorada, desde o aumento da capacidade de balas até à colocação de acessórios. Por exemplo, um Scope que te permite olhar com um maior alcance, que ajuda bastante na pontaria. Estes acessórios vão ser obrigatórios em alguns desafios, sendo que alguns são feitos em plena escuridão, pelo que é necessária uma lanterna. São estas pequenas adições que tornam este jogo bastante realista.

Umas palavras finais

Não estava nada à espera de ver algo tão realista como este simulador. Surpreendeu bastante, superando quase todas as expectativas. No entanto, não sei até que ponto este simulador não poderá tornar-se numa ferramenta de treino para polícias e militares. Quem sabe? Infelizmente, não sou suficientemente perito no assunto para saber.

Gun Club VR já se encontra disponível na Steam VR, HTC Vive, PlayStation VR, Oculus Rift / S e Oculus Quest.