Super Smash Bros reúne mascotes das mais diversas franquias dos videojogos, e não só. Mas é desta diversidade que advém um dos maiores desafios para os responsáveis pela série: adaptar personagens

Jornada Smash
… “especiais”?

[irp]

Por tão autêntica e híbrida que seja a fórmula Smash, esta centra-se essencialmente no combate (com plataformas à mistura). Deste modo, pode ser um desafio titânico adaptar alguns dos maiores ícones dos videojogos a um jogo destes. Por um lado, há-que adaptar as personagens ao jogo e contexto family-friendly da Nintendo; mas por outro, é importante garantir-lhes autenticidade e respeitar o que as torna especiais no seu “habitat natural”.

Nesta edição da Jornada Smash, iremos analisar como foi possível integrar nesta ilustre série um (ex)-clone de canalisador, um piloto que nunca sai do veículo, e ainda um soldado realista que nem pertence à Nintendo.

18. Metal Gear– MSX2 (1987)

Jornada Smash

[irp]

Lutador: Solid Snake

Não é estranho encontrar, neste contexto de fantasia, magia e humor de desenho animado que distingue a franquia Smash Bros, o soldado Solid Snake? Fará sentido ter o principal protagonista da série Metal Gear, marcada pelo realismo, drama e violência, num jogo que não podia estar mais afastado destes atributos? O próprio Masahiro Sakurai, director de Super Smash Bros. Brawl (Wii, 2007), assume que foi um desafio adaptar Snake ao referido jogo.

Pessoalmente, acho que a estrela da série de Hideo Kojima até se encaixa bem no plantel de personagens de Smash. E para justificar, irei falar do personagem, da série que representa, e realçar o que os torna especiais.

Snake é um soldado que protagoniza os jogos principais da série Metal Gear, e que teve a sua génese em 1987 num título chamado… bem, Metal Gear, lançado no computador MSX2! Não irei detalhar muito, porque já existe um artigo sobre a estreia de Solid Snake. Podia falar da versão NES do jogo, mas difere bastante da original: nem foi supervisionada pela equipa original.

Jornada Smash
a escrita também não era a melhor!

[irp]

Resumindo, Metal Gear é um jogo de “guerra” que se distingue de outros focando-se na acção furtiva. Aliás, o incentivo à procura por esconderijos e planificação de caminhos para evitar confrontos directos, são característicos da série.

Contudo, seria um erro assumir que são apenas estes os traços característicos da série que originou! Apesar do foco em dramas de guerra e armas reais, os jogos Metal Gear têm sempre espaço para o humor e para “brincar” com o jogador.

Jornada Smash
Now that’s a dick move!

[irp]

Desde trocar de comando para derrotar um medium, a esconder em caixas para (tentar) enganar soldados, são inúmeras as artimanhas que distinguem Metal Gear Solid de uma simulação realista. Deste modo, os jogos da saga garantem uma autenticidade, divertimento e interactividade que vão além do universo do jogo.

Consequentemente, não me faz confusão ver Snake em outros jogos ou cenários fantásticos… já é algo a que estamos habituados!

19. F-Zero – SNES (1990)

Jornada Smash
não devia ter feito a pesquisa em português!

[irp]

Lutador: Capitão Falcão

Vamos falar de mais uma personagem que, estou convencido, deve ter dado dificuldades à malta do Smash Bros em termos de golpes. Apresento-vos o piloto Capitão Falcão!

Captain Falcon tem sido uma presença constante desde o primeiro Super Smash Bros, na Nintendo 64. Pode não ter sido a escolha mais óbvia, mas não creio que alguém tenha ficado surpreendido. Afinal de contas, estamos a falar de um candidato a mascote da Super Nintendo, com motivos para isso!

F-Zero é um jogo de corridas envolvido num ambiente futurista, e foi um dos jogos de lançamento da segunda consola caseira da Nintendo. Além dos cenários espaciais e naves flutuantes no lugar de carros, o jogo foi marcado pela sua jogabilidade vertiginosa, pelas suas pistas criativas e por mecânicas incomuns no género, como a presença de uma barra de vida. Contudo, foi a fluidez das transições no cenário que mais me impressionaram em F-Zero, quando o vi pela primeira vez: quase que parecia 3-D! Esta técnica viria a caracterizar a Super Nintendo, e foi denominada de Mode 7.

Jornada Smash
“O meu não-3D é melhor que o teu!” – disse a SNES à Mega Drive

[irp]

Apesar de F-Zero não contar com um capítulo novo desde 2004, penso que Captain Falcon terá sempre presença garantida na série Smash Bros. O seu uso competitivo e os golpes populares (como Falcon Punch) garantiram-lhe um estatuto como meme e momento televisivo!

[irp]

 

20. Super Mario Land 2 – Game Boy (1992)

Jornada Smash
Temos sérias dúvidas de que seja um canalizador…

[irp]

Lutador: Wario

Wa-ha-ha-haverá personagem mais digna do “título” de mascote do Game Boy mais digna que Warui Mario?… Excepto o Mario… ou um Pokémon… ou uma peça de Tetris… enfim, voltando à personagem!

Wario estreou-se como o vilão principal de Super Mario Land 2. Neste clássico jogos de plataformas do Game Boy, o castelo de Mario — como se o contexto importasse… — é tomado por um seu “doppelganger“, que se distingue pelas cores amarelo e roxo, e pelo bigode. Não irei falar muito deste clássico, visto já existir uma análise muito pormenorizada do mesmo. Contudo, é interessante observar que Wario foi-se gradualmente destacando em jogos que diferem em muito dos tradicionais de plataformas do Mario.

Jornada Smash
E claro, mantendo sempre o seu… “charme”?

[irp]

Os títulos da série Wario Land, também estes de plataformas, foram marcados pelos seus puzzles e obstáculos. Aliás, em Wario Land 2 (e Wario Land 3) nem era possível morrer! Outra das mais populares franquias da personagem, WarioWare, é ainda mais peculiar e bizarra. Nestes jogos, deparamo-nos com sequências de desafios aleatórios, cada um com uma duração de pequenos segundos. A criatividade das mecânicas e o humor são alguns dos elementos que fizeram WarioWare perdurar até hoje.

Estas séries definiram algumas das imagens de marca de Wario, como a mota, as dentadas e o seu alter-ego resultante do consumo de alho. Sem estas, acredito que Wario não teria passado de um “clone” de Mario em Super Smash Bros. Aliás, este último sempre teve um fato alternativo amarelo e roxo!

Jornada Smash
Assim como os outros “Mario”: Mario de Chocolate, Mario dos anos 80 e Mario de Erva

[irp]

(Continua…)

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome