Little Nightmares Complete Edition é um indie puzzle-platformer de terror e aventura com grafismos 3D em side scroll. Desenvolvido pela Tarsier Studios,  o videojogo conta com esta edição em que inclui o trio de DLCs que completam o escopo da história original.

O grande lançamento deste videojogo foi em Abril de 2017 e rapidamente se tornou um fenómeno, chegando mesmo a ocupar o 4ºlugar na tabela de vendas do Reino Unido. A história ganhou mais tarde uma adaptação em banda desenhada, escrita por John Shackleford e ainda se fala numa adaptação televisiva.

Mantendo-me às escuras sobre a história de pequenos pesadelos, deixei que quando tivesse a oportunidade de jogar este videojogo, pudesse verdadeiramente desfrutá-lo sem ter visto quaisquer spoilers. Assim, e tentando dentro do possível manter-te nesse nível também, vou contar-te como é a experiência de jogo aqui.

Os Pequenos Pesadelos

A nível de história, esta parece estar cheia de significados que estão de certa forma ocultos e que não te serão dados. O videojogo não entra em profundidade, nem responde às perguntas que te levariam a perceber o que se está a passar na totalidade. Mantendo o clima de mistério e suspense sempre vivo e com personagens icónicas a surgirem ao virar da esquina.

Na história principal, dás vida à personagem de Six, que procura escapar-se deste pesadelo chamado The Maw. Um barco repleto de salas e passagens obscuras, onde vivem figuras humanas deformadas, que tentam capturar Six para a adicionarem ao seu menu do dia. Aliás o videojogo era para se chamar Hunger, e de certa forma entenderás ainda melhor o porquê desse nome encaixar perfeitamente no jogo, enquanto o jogares. Além destas monstruosidades, este mundo é também povoado por pequenas criaturas que se escondem entre as paredes, e em toda a tralha que compõe os cenários. São muito medrosas, mas também muito fofinhas. São uma espécie de gnomes.

A par da história de Six, decorre a história de Runaway Kid, a personagem que controlas durante os DLCs. Este dar-te-à um escopo muito mais profundo da história que se passa neste navio. Tão profundo quanto o que a Tarsier esteve disposta a abrir mão para não desmistificar todo o enredo, e ainda bem. Gosto que mantenham algum mistério e não espremam o sumo todo da história até a polpa secar.

Este videojogo parece mesmo algo saído dos nossos pesadelos de criança não? But it gets darker.. Não vou contar muito mais para, como disse, tentar manter-te nas sombras. Posso no entanto dizer-te que achei a história do Runaway Kid muito mais emocionante do que a de Six. Houve um total envolvimento emocional que foi tão bom que me chocou. Toda uma paleta de sentimentos tomaram conta de mim enquanto controlei esta personagem.

Little Nightmares Complete Edition

Lê mais:  Crash Bandicoot 4: It’s About Time | Já está disponível para PS4 e Xbox One!

Mecânicas de Jogo

A nível de mecânicas, não vejo porque pedir mais e melhor do que o que já nos estão a dar. Uma característica muito forte aqui é um certo stealth, e a simplicidade da linha de raciocínio que te faz seguir em frente. As mecânicas implementadas são bastante criativas e funcionam bem. São muito intuitivas e não te dão a oportunidade de te fixares numa ou noutra para progredires, ao contrário do que muitos videojogos tendem a fazer. As soluções, porque este videojogo é sobretudo um grandioso puzzle, no entanto não são, no geral, descaradas. Vais ter muitas situações onde terás de trabalhar para acertares a tua estratégia e conseguires avançar. Contudo a série de mecânicas aqui presentes fazem-te chegar ao caminho certo se pensares com um grande instinto de sobrevivência, o que traz um certo realismo ao videojogo.

Arte

A nível gráfico, o videojogo deslumbrou-me! A consistência deste ambiente obscuro, o jogo de sombras e de luzes a conjugar com o mistério que paira nos cenários e o pulsante suspense incessante, é algo que achei sem dúvida brilhante! A paleta de cores divide-se entre cenários monocromáticos, a enaltecer o espírito dos personagens, e cenários mais coloridos, mas que continuam a pender para a pouca saturação, para não fugir a essa preocupação de fazer transparecer os sentimentos da cena nos mesmos.

Isto e uma composição visual puramente fotográfica que faz com que quase todos os frames sejam fotogénicos. Em adição, os movimentos de câmara simulam muito bem um barco a movimentar-se, e são o tipo de tratamento porque sonho me deparar! Os nossos personagens apresentam-se tão pequenos neste mundo imenso e cheio de criaturas monstruosas que novamente a equipa da Tarsier mostrou ter um sentido estético muito apurado. O videojogo faz-te sentir tão pequeno, tão frágil, tão só num mundo tão cruel… Só queres mesmo passar, e passar despercebido como um rato.

Little Nightmares Complete Edition

Lê mais:  Epic Games Store | For the King gratuito por tempo limitado

O tratamento de som não foi pensado com menos critérios. Sons distantes, invocam o mistério e o suspense do ambiente enquanto pequenos trechos que lembram uma melodia das caixinhas de música das crianças, completam este panorama sonoro. Uma sonoridade tão bem recheada de significado quanto os grafismos que a acompanham no videojogo.

Conclusão

Só tenho pena de ter jogado tudo de rajada. Eu aconselho-te a acabares a história de Six e deixares um tempo passar antes de pegares na história de Runaway Kid. Sinto que me escapou um sentimento muito forte de nostalgia por ter logo acabado esta edição completa. Se gostaria de ter outra experiência neste mundo dentro do Little Nightmares? Eu não gosto de ver histórias como estas a serem espremidas, mas a Tarsier já lançou em Agosto deste ano um trailer para a sequela deste jogo, que deterá uma nova história. No entanto, muito sinceramente, preferia que parássemos por aqui. Esta primeira parte foi bem boa, foi especial, e foi memorável.

Com tudo isto, sinto um certo vazio que não pode ser ignorado, e esse é o que acaba por dar-me fome por querer repetir esta experiência. Little Nightmares Complete Edition é um videojogo que recomendo vivamente e que tem agora reservado um lugar muito especial no cantinho do meu coração. Foi sem dúvida um prazer poder ter acesso e partilhar contigo esta experiência.

Little Nightmares Complete Edition já está disponível para Xbox One, Playstation 4 e Nintendo Switch. e na Steam para PC.

Conclusão da Análise
Tem um gostinho especial...
8.5
Apaixonada pelo mundo do cinema e dos videojogos. A ficção agarrou-me e não me largou mais! A vida levou-me pelo caminho da Pós-Produção, do Marketing e da organização de Eventos de cultura pop, mas o meu tempo livre, dedico-o a ti e à Squared Potato.