Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020 é a mais recente prova da popular série olímpica. Nesta nova edição, são então recuperados personagens, desafios e modalidades, carregados de acção, animação e… claro, medalhas. Mas como sairá medalhado o M&S Tóquio 2020?

Os Jogos Olímpicos não são os mesmos sem o Mario e o Sonic. Como é habitual, ambos os protagonistas reuniram companheiros e vilões para conquistar pontos, lugares no pódio e recordes olímpicos. Desta vez em Tóquio, mais de 20 personagens dos universos de Super Mario e Sonic competem em mais de 30 modalidades, do Atletismo à Natação e aos desportos de equipa. Sem esquecer, como é óbvio, as vertentes de Fantasia. Para venceres, basta jogares (bem)! Tudo a postos para viajar até ao Japão?

À primeira vista…

O primeiro impacto em jogos como este é sem dúvida importante. Uma vez que não há aprofundamento da narrativa ou evolução da história, a abertura do jogo é praticamente imediata. Aliás, é no menu que percebes o que te aguarda em termos de jornada e experiência online. Neste caso: Partidas Rápidas, Modo História, Multiplayer Local e Online. São estes os quatro modos de jogo disponíveis em Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020. Um leque de opções para todas as ocasiões, mas que exclui progressos e torneios, indispensáveis em títulos do género.

Apesar de oferecer diversas modalidades olímpicas, o modo Partidas Rápidas é excessivamente simples. Claramente idealizado para partidas pontuais ou entre amigos, individualmente o desafio e a motivação esgotam-se de forma rápida… A menos que queiras competir eternamente por recordes que estabeleceste antes. Ao alcançares a medalha de ouro nas três dificuldades de jogo (Normal, Difícil e Muito Difícil), podes considerar a tua parte como feita. De qualquer forma, o modo de Partidas Rápidas é excelente para Multiplayer ou para descontraíres e te divertires um pouco.

Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020

Modo História

O Modo História parece o mais convidativo dos vários modos de jogo, mas pode não te cativar por muito tempo. Além de se tornar aborrecido, dados os longos e previsíveis diálogos, é mínimo do ponto de vista de acção. A narrativa de M&S Tóquio 2020 é simples, a dinâmica também e as tarefas não ficam atrás. Não se trata de uma aventura complexa, mas de um enquadramento relativamente a modalidades e personagens, com várias curiosidades acerca dos Jogos Olímpicos e dos universos de Super Mario e Sonic. Ainda assim, esperava algo mais completo, desafiante e envolvente.

Um dos pontos a destacar em Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020 é sem dúvida a componente retro. Em forma de retrospectiva, podes saltar de Tóquio 2020 para Tóquio 1964, com competições e provas em 8bit, capazes de conquistar tanto os fãs dos clássicos como novos jogadores. Desafios básicos do ponto de vista de controlos e gráficos, que não falham, no entanto, no que respeita a acompanhar a crescente onda de Retrogaming e a completar a experiência de jogo de M&S Tóquio 2020.

E mais?

O número de personagens disponíveis é simpático, levanto-te ainda assim a acreditar que mais surgirão à medida que avanças e superas desafios. (À semelhança do que acontece em Super Smash Bros. Ultimate, por exemplo). No entanto, não é exactamente isso que acontece. As personagens com que arrancas o jogo são praticamente as mesmas com que o terminas, com excepção de alguns nomes exclusivos associados a cada modalidade olímpica.

A durabilidade e a jogabilidade de Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020 são meritórias. O movimento flui de forma rápida e leve e, apesar de os controlos e os comandos diferirem de modalidade para modalidade, torna-se bastante simples e intuitivo. Além disso, o facto de o jogo estar disponível em português (do Brasil) é um elemento positivo, permitindo uma compreensão mais simples da história e alargada a todos. Do ponto de vista funcional, merece a referência.

Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020

Multiplayer, por favor

Resumindo, não sinto que M&S Tóquio 2020 acrescente algo de novo ao que foi anteriormente criado. Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos é uma série que acompanho e que sinto que tem espaço para crescer. Neste caso, apesar de oferecer uma elevada variedade de modalidades, acaba por se tornar repetitivo e a dada altura aborrecido. Um ponto negativo atenuado, felizmente, pela componente Multiplayer, na qual o jogo parece (e bem) estar focado. Afinal, online ou não, é sempre mais divertido competir com amigos e com outros jogadores.

Trata-se de um jogo igualmente salvo pelos excelentes gráficos a nível global. Por outro lado, a dimensão de movimento é também explorada, dando-te oportunidade de escolher como pretendes jogar. Assim, podes optar pelos Joy-Cons ou pelo comando clássico na maioria dos desafios. Dependerá sempre do que achares melhor, do teu estilo de jogo e até da forma como te apetece jogar. Ah!, e as provas de Hipismo, Futebol e Surf são muito boas, não deixes de as experimentar!

Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020

Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020, lançado a 8 de Novembro, está agora disponível para Nintendo Switch.

Conclusão da Análise
Medalha de bronze!
7