Durante o início dos anos 2000, começaram a aparecer os famosos brawlers em 3D. Muitas vezes, estes eram baseados na série do Godzilla, como o Godzilla: Save The Earth e o War of the Monsters. Estes jogos, apesar da sua simplicidade, eram bastante divertidos, especialmente se fossemos a jogá-los com amigos.

Infelizmente, após a geração da Playstation 2, tem havido uma escassez desse tipo de brawlers, havendo uma maior popularidade nos brawlers 2D como Super Smash Bros Brawlhalla. Mas agora, após quase duas gerações de consolas, temos um novo brawler 3D chamado Override: Mech City Brawl, que veio tentar reacender a chama, e, ao mesmo tempo, experimentar e acrescentar coisas novas!

Lê mais:  Ghost of Tsushima | Próximo Título da Sucker Punch Productions Já em Fase Gold

O primeiro modo do jogo é o Versus, que consiste apenas em batalhas offline, até 4 jogadores, com várias regras livres, como dividir em equipas, ou ajustar a drop rate das armas. Este modo é um simples clássico que traz bastante diversão a jogadas entre amigos. Temos também o Matchmaking, que é o modo online principal, tendo 1 vs 1 ranked e casual, bem como o Brawl, que é uma versão online do Versus com 4 jogadores.

Há tanto um modo de treino como um de tutorial, a que aconselho a dares uma vista de olhos, pois os controlos são bastante diferentes da norma do género. Cada membro do teu mech tem um botão próprio, pelo que se quiseres dar um soco com a mão direita, tens de usar o botão para atacar com a mão direita, e se deixares premido o botão para atacar, podes carregar o teu soco e dar um ataque mais forte que faz o teu inimigo voar. Também tens blocks, contra-ataques, ataques especiais, um Ultimate, que é um super ataque com uma grande animação, dashes, e também podes usar armas como espadas e carabinas que encontras pelo cenário.

Tens de ter cuidado contudo, se atacares muito ou andares a saltitar e a fazer muitos dashes por todo o lado. Pois há uma barra que vai enchendo com as tuas acções, e quando fica cheia, entras em overheat, o que te impede de fazer qualquer acção excepto andar durante um determinado tempo. Portanto nunca deixes a barra da temperatura encher completamente!

Lê mais:  Nioh 2 | 2º DLC Nioh 2: Trevas na Capital já disponível!

Por último, temos o modo Arcade, que é a história do jogo, onde tu és um piloto novato, escolhido para defender a Terra da invasão dos Xenotypes. Uns alienígenas que, ironicamente, estão a destruir as várias cidades do planeta, tal como o teu personagem quando participa nas missões.

Neste modo, tens upgrades de vários parâmetros com research points, como arrefecimento, velocidade de movimento, armadura e dano dos ataques. Entre as missões, também podes equipar o teu mech com várias armas e modificações, que aumentam um parâmetro e diminuem outro, como aumentar o dano dos socos, mas fazê-los também gerar mais calor. As missões podem ser feitas por apenas um jogador ou em co-op, onde cada jogador controla uma parte do mech, fazendo lembrar os Power-Rangers.

As missões envolvem lutar e proteger pontos de várias ondas de Xenotypes nos vários mapas baseados em zonas reais, como Tóquio e o Egipto, e cada vez que acabas uma missão ganhas sempre um cosmético, seja esse uma cor ou um acessório como chapéus e óculos para o teu mech, juntamente com uma modificação ou research points.

Lê mais:  Cyberpunk 2077 | Fica a Conhecer a Edição Limitada Xbox One Cyberpunk 2077!

O modo Arcade está dividido por semanas e dias, pelo que cada missão tem um limite de dias para completar, e também têm uma dificuldade que é representada por estrelas e nome, sendo a mais fácil apenas uma estrela e very easy e a mais difícil 5 estrelas e hardest. Entre estas simples missões, vão aparecendo missões urgentes, que fazem a história progredir, e envolvem lutar com bosses e inimigos mais fortes.

Independentemente do modo que jogues, o jogo tem uma apresentação colorida com efeitos exagerados, que dá uma sensação de impacto fantástica nos ataques, e uma destruição dos cenários ampla que só acrescenta à diversão. Este pode não ser um jogo com uns gráficos muito avançados e complexos, mas faz o seu trabalho e é artisticamente bastante agradável.

Joguei num PC com um i7 4770k, 16Gb de Ram e uma AMD RX 480, com uma resolução de 1920×1080, e posso-te dizer que o mesmo foi bastante fácil de correr. Não mostrando quaisquer problemas de performance ou gráficos.

Override: Mech City Brawl já está disponível para a Playstation 4Xbox One e na Steam para PC.