Mais uma vez, estive sujeito a uma nova dose de pixeis. Não é que isso seja mau, porque na verdade eu amo videojogos de Pixel Art. E Overwhelm não é excepção!

Overwhelm não passa de um videojogo de acção roguelike/metroidvania, onde o teu único objectivo é derrotar os 5 Bosses, recuperar os 5 cristais, e derrotar o boss final. Só que há algo que se destaca nesta formula: É UM JOGO DIFÍCIL COMO TUDO!

Lê mais:  Luigi’s Mansion 3 | Análise

Gameplay

Como já falei, nesta grande masmorra existem 5 bestas presas em 5 cristais. Cada uma corresponde a um bioma especifico da masmorra. Durante a procura, aparecerão criaturas aleatoriamente para te tentarem matar. Com isto, darás uso da tua arma e das tuas mãos para disparar e esmurrar quem te aparecer à frente.

Overwhelm

Lê mais:  Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos: Tóquio 2020 | Análise

Até agora parece tudo fácil não é? Só que não. Um, e apenas um dano infligido a ti é fatal, pelo que acabas por ressuscitares um pouco mais atrás do local onde te encontravas. Mas espera! Isto torna-se ainda mais macabro, pois só tens 3 vidas! Uma vez que percas a vida, começas tudo do ZERO! Entretanto, a munição da tua arma também é limitada a 99 tiros, sendo que depois terás que a recarregar com caixas de munições, algures espalhadas na masmorra.

Os Bosses

Para “ajudar”, os Bosses não são nada fáceis de derrotar, mesmo nada! Estes têm duas fases, sendo que a primeira poderá revelar-se tolerante, já que estes não reagem muito. Mas quando estes ficam com a vida abaixo da metade, tornam-se bem mais furtivos e velozes! Para dar-te aquele sentimento de medo, durante as batalhas, o jogo apresenta-te ecrãs pretos, alguns com pequenas frases, tudo em terços de um segundo, fazendo o Boss reaparecer noutro lugar, perto de ti, e por sua obrigando-te a tomar decisões rápidas naquele instante.

Overwhelm

Lê mais:  Super Mario Maker 2 | Novo Update Cheio de Novidades!

Uma vez que tenhas a sorte de derrotar um, terás que colocar o cristal na entrada da masmorra. Se perderes a vida, o cristal cai, sendo que terás que ir lá buscá-lo ao sitio onde morreste. Para tornar as coisas (ainda) mais complicadas, cada vez que derrotas um Boss a masmorra sobe de nível, tornando os inimigos mais fortes, com ataques semelhantes aos do Boss que derrotaste. Tudo justo até agora não é?

Se já estás com receio de jogar, não te aflijas. Existe no menu uma opção de meter a dificuldade mais baixa. O que isto quer dizer é que simplesmente podes meter munição infinita, vidas infinitas ou pausar enquanto vês o mapa da masmorra. Nesta última opção, não me foi possível dar uso a ela, devido a um bug que não me o permitiu ver o mapa. E falando em bugs, o jogo sofre de bloqueios, pelo que até ao momento que escrevo esta análise, já me aconteceu 3 vezes. Nada que um update futuro não resolva.

Overwhelm

Lê mais:  Ring Fit Adventure | Análise

Para ajudar um pouco, na versão da Nintendo Switch existe o modo cooperativo, que permite que duas pessoas joguem no mesmo ecrã. Isto vai criar uma partida à parte, pelo que não jogarás no teu outro save, o que é algo a teres em conta. Um dos problemas que surgiu logo foi que não é possível jogar-se com dois comandos Pro, ou até mesmo dois pares de Joy-Con, sendo somente possível jogar com apenas 1 Joy-Con por jogador. Isto torna-se complicado, pois com a ausência do segundo analógico para fazer mira é bem chato, pois só disparas para onde te movimentas com o analógico. Tirando isto, o modo cooperativo tornou-se bem interessante e mais divertido, pois se um morresse, o outro jogador poderia ressuscitar-me, facilitando a aventura.

Design e Banda sonora

Em termos do design, Overwhelm apresenta uma versão muito pixelizada de tudo, em tons brancos, pretos e vermelhos, o que nos transmite-nos um ambiente de horror sombrio e muito hostil. Contudo, se não consegues sentir-te muito confortável com os tons vermelhos, podes sempre alterar para outra cor: azul, verde ou amarelo, no menu de opções. A banda sonora é muito curta, mas é boa o suficiente para te transmitir sentimentos de horror e hostilidade. O estilo retro também encaixa bem nos pixeis agressivos de Overwhelm. Sem dúvida não há nada aqui que pareça inofensivo.

Overwhelm já está disponível na Steam, para PC e MAC, e na Nintendo eShop, com o modo cooperativo sendo um exclusivo da consola híbrida, Nintendo Switch.

Conclusão da Análise
Agressivo!
7,5
Um fanático por Nintendo, de nome "Nintendista", que procura mostrar ao mundo o lado mágico da empresa que o acompanhou durante toda a vida.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.