Rogue Legacy é um videojogo indie, estilo Metroidvania, desenvolvido pela Cella Door Games, cujo seu lançamento inicial foi em 2013, e que agora renasceu para a consola hibrída, Nintendo Switch.

O objectivo principal deste videojogo é derrotar o mal que está no castelo, mais especificamente os 4 Bosses que lá predominam, e por último o grande mal que lá existe. Mas não é pêra doce, muito longe disso. Vais ver a tua personagem morrer vezes sem conta, e esta não voltará à vida, NUNCA MAIS!

Lê mais:  PlayStation Plus Agosto de 2020 | Call of Duty: Modern Warfare 2 e Fall Guys

Passo a explicar-te então o principal conceito de jogo. Cada vez que a tua personagem morre, um dos 3 herdeiros, gerados aleatoriamente, tomará o seu lugar para retomar a conquista do castelo. Contudo estes filhos não serão exactamente iguais. Cada um pertence a uma classe, Paladin, Shinobi, Mage, etc…, e conforme essa mesma classe, o teu novo herdeiro terá desempenhos melhores em determinadas situações. Se queres durar mais tempo no castelo, então escolhe alguém com muita vida e defesa, se queres derrotar o boss mais facilmente, escolhe alguém com muito poder de ataque, se queres apenas viver de dinheiro, então escolhe um Mineiro. Para além das classes, cada herói tem o seu tipo de ataque mágico. Este ataque pode tanto ser ofensivo, como defensivo. Estes ataques mágicos são sempre diferentes para cada personagem.

Uma das adições que mais gostei, para além das classes, foram as características que cada um possuí. Cada Herdeiro tem uma boa ou má característica. Por exemplo, um herdeiro pode ser daltónico, pelo que só podes ver o jogo em tom monocromático, ou então pode ser Míope e não conseguir ver bem ao longe, ficando tudo desfocado à distância. Pior ainda, pode ter vertigens, e no jogo tudo fica invertido verticalmente. Até os textos ficam invertidos!

Rogue Legacy

Lê mais:  Nioh 2 | Primeiro DLC e Modo de Fotografia Anunciados

Outra grande característica deste videojogo é o castelo em si. Este, é composto por 4 biomas: o castelo em si, a floresta, a torre e a masmorra. Cada um acolhe um boss diferente que deverá ser derrotado para abrir a porta para o Boss final. Mas o mais interessante aqui é que cada vez que entrares no castelo, este será completamente diferente! Com isto, a tua aventura será sempre única, dando aquele vicio de querer repetir o jogo vezes sem conta, sem te aborreceres. Ainda que já tenha encontrado salas iguais algumas vezes, é muito, mas muito difícil, sentir-me que estou a repetir a minha aventura no mesmo sitio de antes. Contudo, mais à frente no jogo, há a possibilidade de bloqueares a estrutura do castelo, dando-te a vantagem de saberes onde estão as salas que já visitas-te. Mas isto vem com o preço de ficares apenas com 60% do ouro que apanhas, e acredita que o ouro vale muito aqui!

O ouro que encontras pode ser utilizado para adquirir e melhorar novos equipamentos e habilidades, mas também pode ser utilizado numa espécie de Skill Tree.  Desta forma, consegues melhorar atributos, como a vida e ataque, ou até mesmo desbloquear mais classes e melhorares as já existentes. Este ouro pode ser recolhido em baús, ao derrotares inimigos, ou até mesmo partindo mobília. Uma vez que morras, o ouro é transferido para o herdeiro que escolheres e só aí é que poderás gastá-lo. Mas muita atenção! Uma vez que entres no castelo, o dinheiro vai ser todo confiscado e não poderás voltar a tê-lo. Desta forma é muito importante que dês muito valor ao ouro, e que colectes sempre o máximo possível para depois conseguires usá-lo para melhorar os teus herdeiros. Pois apesar de estes morrerem, os equipamentos e habilidades serão transferidos para o novo.

Rogue Legacy

Lê mais:  Halo: The Master Chief Collection I Halo 3: ODST será lançado para PC na próxima semana

Em termos de apresentação, Rogue Legacy consegue demonstrar que os jogos pixel base conseguem ainda ter lugar nos nossos corações. Pode não ter a melhor arte que eu já vi, mas não deixou de agradar aos meus olhos.

A música foi algo pobre, não pela qualidade, mas pela variedade. Uma vez que repetes a tua aventura, o castelo muda, mas a mesma música mantém-se. Pelo que acho que poderiam ter aproveitado a característica do jogo ser aleatório para fazer o mesmo com a música. Contudo, é sempre possível encontrar uma Jukebox em que podes mudar a música, mas nem sempre se consegue encontrá-la. Talvez esta devesse ficar sempre à entrada do castelo.

Rogue Legacy já está disponível para PlayStation 3 e 4, PlayStation VitaXbox One, Nintendo Switch, e na Steam para PC, MAC, Linux.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.