Se te estás a perguntar como é possível criar uma história à base de sushi, não te sintas só. Eu também me perguntei a mim mesmo quando assisti à primeira apresentação de Sushi Striker na E3 em 2017. Mas sendo muito aberto a ideias novas, decidi aventurar-me neste videojogo de quebra-cabeças com acção à mistura, cedido pela Nintendo, e que me faz abrir o apetite cada vez que penso nele!

História

A história decorre durante uma enorme guerra entre o Império, que quer monopolizar todo o sushi do mundo, e entre a República, que deseja acabar com esta prática e devolver o sushi a todos, devolvendo o sorriso de satisfação que perderam.

Musashi, uma personagem jovem, masculina ou feminina – consoante o que escolheres no início de Sushi Striker – encontra Franklin, um Sushi Striker. Este revela a Musashi que o seu objectivo como Sushi Striker é levar o sushi a todos os habitantes, devolvendo a alegria que já há muito perderam.

Ao início, Musashi não quer saber de sushi, pois este foi o instrumento pelo qual os seus pais perderam a vida na grande guerra. Mas logo Franklin tenta dar-lhe a volta e revela o seu Sushi Sprite, Ara-o. Um ser mágico que consegue proporcionar doses extraordinárias de sushi.

Estes Sushi Sprites são a única fonte para obter sushi, já que todos os peixes se extinguiram. Sem mais tempo, Ara-o presentei-a Musashi com um dos seus sushi para este experimentar, levando ao resultado mais inesperado que Musashi poderia ter: desfrutar por completo daquela iguaria dos oceanos.

Foi então aí que Musashi decidiu juntar-se a Franklin e começar a sua demanda. Porém, as coisas logo ficaram negras, quando Kodiak, um dos generais do império, surge diante do duo e prende Franklin. Vista esta trágica história, Musashi é chamado por uma voz distante que o guia até um templo.

Lê mais:  Jogos Do Mês | Edição de Novembro 2019

É aqui que a voz passa à imagem de Jinrai, um Sushi Sprite, que tem o mesmo objectivo que Musashi. Com isto, os dois formam um laço de amizade ao experimentar o sushi de Jinrai, tornando o nosso personagem num Sushi Striker!

Agora com os objectivos definidos, Musashi segue para a sua grande demanda de deitar abaixo o império e salvar o seu amigo Franklin!

Sushi Striker

Jogabilidade

O progresso de Sushi Striker é feito a partir de batalhas de sushi. Estas batalhas decorrem em tapetes rolantes de sushi, como aqueles que costumas ver em alguns restaurantes asiáticos. A sua mecânica é simples, conectar vários pratos de sushi da mesma cor e empilhá-los na mesa, lançando-os ao oponente assim que tiveres uma boa pilha de pratos. Se conectares várias pilhas de pratos da mesma cor, o teu dano é multiplicado, criando um combo destrutivo que irá por o teu oponente em maus lençóis!

Mas nestas batalhas, os Sushi Sprites têm grande importância, pois cada um te dá habilidades que podem mudar o rumo da batalha. Por exemplo, Jirai consegue transformar todos os teus pratos na mesma cor, abrindo oportunidade para conectares uma enchente de pratos e espetares na cara do teu oponente.

Existem ainda outros que te podem dar uns segundos de invencibilidade ou até uns que aumentam o dano dos teus ataques. Mas certo é que ao longo da aventura irás deparar-te com alguns que são autênticos pesadelos, cujas suas habilidades farão com que seja muito difícil empilhares pratos. Só de pensar até me arrepio…

Há definitivamente muitos Sushi Sprites com quem podes fazer laços e aproveitar as suas habilidades para seres vitorioso. Se treinares e aumentares o seu nível, eles poderão ainda evoluir como se fossem Pokémon!

Lê mais:  Minecraft Dungeons | Data de Lançamento Adiada para Maio

Existem ainda engrenagens que podes equipar ao teu tapete rolante, mudando a velocidade de aceleração, desaceleração, entre outra combinações. Se fores um pouco amador, evita sempre as engrenagens mais rápidas pois só te vai prejudicar. Falo isto por experiência própria!

Sushi Striker

Os níveis são praticamente lineares, sem qualquer caminho alternativo, com alguns intervalos para mais conversa, algumas vezes com cutscenes em formato anime, que até não são maus, mas no fim é sempre a dar-lhe. Ao menos cada nível tem objectivos a serem realizados que te dão estrelas. Colecciona estrelas suficientes e poderás desbloquear níveis secretos que acolhem Sushi Sprites poderosos!

Para fugires um pouco do modo história, há possibilidade de realizares partidas multi-jogador, tanto na mesma TV (no caso de jogares na Nintendo Switch) como também em consolas separadas, seja local ou online.

Visuais

No sector gráfico, o videojogo não pode correr mais fluído. Sushi Striker corre lindamente tanto na consola Nintendo Switch como nas consolas da família Nintendo 3DS e Nintendo 2DS. Isto é ajudado pelo facto de o videojogo usar maioritariamente gráficos 2D, com uns poucos modelos 3D de baixo detalhe (demasiado baixo em certos pontos).

Sushi Striker

Áudio

As músicas estão num nível normal, onde nem me aquecem nem arrefecem, ainda que a intro de Sushi Striker seja a excepção, pois está bem gira!

As vozes dobradas em inglês não são de todo algo que elogie. Muitas delas estão mal implementadas e parece que não pertencem lá, como a do Jinrai por exemplo. Gostava que houvesse possibilidade de alterar para as vozes originais em Japonês, para desfrutar o videojogo de outra maneira.

Sushi Striker: The Way Of Sushido já está disponível para Nintendo 3DS, Nintendo 2DS e Nintendo Switch.


E tu, já experimentaste Sushi Striker?

Conclusão da Análise
Abre o apetite
6
Um fanático por Nintendo, de nome "Nintendista", que procura mostrar ao mundo o lado mágico da empresa que o acompanhou durante toda a vida.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.