Já andava com saudades de um bom videojogo, onde podia aproveitar uma bela tarde de fim de semana e desfrutar de uma história simples mas bem interessante. Pois bem, hoje trago-te a análise de um videojogo desenvolvido pela Nippon Ichi Software que, apesar de já existir à alguns meses, só recentemente é chegou à Nintendo Switch.

Lê mais:  WRC 9 | Análise

História

The Liar Princess and the Blind Prince conta a linda história de amor, entre uma loba e um príncipe. Os seus destinos cruzam-se pela primeira vez, quando este é atraído por uma linda canção, que ressoa no cimo de um penhasco, próximo de uma floresta perigosa, onde habitam monstros devoradores de humanos. Certa noite, o principe decide trepar o penhasco, para tentar descobrir de quem é a voz que canta a linda canção. Uma vez que este chega ao topo, a loba sente-se apanhada de surpresa com a sua presença, e num acto involuntário e instintivo, arranha a face do príncipe, cegando-lhe.

Com pena do mal feito ao príncipe, a loba decide pedir ajuda a uma bruxa, que vive no coração da floresta, e esta concede-lhe o poder de se transformar numa princesa em troca da sua linda voz. Desta forma, a loba pode ter contacto directo com o príncipe, sem que o mesmo sinta alguma hostilidade, conseguindo-o levar novamente até à bruxa, para lhe curar os olhos.

Lê mais:  The Pokémon Company | Pokémon Smile e Pokémon Café Mix Anunciados

Agora, ambos terão que passar pela floresta perigosa, sem que sejam comidos pelos seus habitantes, devoradores de humanos. Contudo, pior que isto, é o facto de que a loba terá de mentir constantemente ao príncipe, para que este não descubra a sua verdadeira identidade. Mas será que as mentiras vão durar para sempre?

Não te vou contar o desfecho da história, como é óbvio, mas posso garantir-te de que adorei todo o enredo e todos os momentos vividos entre os dois, quer nos bons ou nos maus momentos. Ah, e também não posso deixar de mencionar a boa narração da história, que se manteve em japonês.

Gameplay

Este videojogo tem foco na solução de quebra-cabeças, com uma pitada de acção, num ambiente de plataformas em 2D. No que toca à mecânica principal, a princesa terá que mover o príncipe dando-lhe a mão, ou então falando-lhe ao ouvido três comandos: andar para trás, para a frente ou então pegar num objecto aos seus pés. Além disso, a princesa pode ainda se transformar na loba, para conseguir atacar os monstros que se aproximam, bem como saltar mais alto. Contudo é preciso ter cuidado, pois nesta forma, a loba não poderá segurar a mão do príncipe. Mais ainda, sejam a princesa ou príncipe atacados, estes perdem de imediato a vida, pelo que és levado/a a regressar ao último checkpoint. Com tudo isto, terás que saber resolver os quebra cabeças que te vão surgindo pelo caminho.

The Liar Princess And The Blind Prince

Lê mais:  The Last of Us Parte II | 4 Milhões de Cópias Vendidas em Apenas 3 Dias!

Os quebra-cabeças são relativamente fáceis, com a excepção de um em especifico. Mas não te preocupes, pois pode ser ignorado, para o bem do desenrolar da história. Este é provavelmente o ponto mais fraco deste videojogo, pelo que provavelmente foi a causa de ter conseguido terminar a história em menos de 6 horas. Contudo, existem itens para serem colectados durante os níveis, o que poderá elevar mais um pouco o tempo de jogabilidade deste título. Estes têm mais informações sobre as personagens, bem como também ilustrações dos artistas do videojogo, o que me leva ao próximo tema.

Arte

O que poderei dizer de mal sobre o design deste videojogo? Nada! O estilo de traço, as cores, o ambiente, tudo está maravilhoso! As animações das personagens estão bem feitas, jogando muito bem com os backgrounds dos cenários, num sentido harmonioso. Talvez este seja o segundo ponto mais forte deste título, ficando muito a par da história. Se aprecias uma boa arte japonesa, com traços únicos, então estás no sítio certo!

The Liar Princess And The Blind Prince

Lê mais:  Tour de France 2020 | Novo Modo Contra-Relógio Revelado

Banda Sonora

Se já achava a arte e a história maravilhosas, então a banda sonora deste videojogo não fica muito atrás. As músicas conseguem ser tão confortantes e envolventes, que acho difícil as conseguir ignorar durante uma sessão de jogo. Se há algo de errado aqui, em que pudesse ser picuinhas, seria a ausência de alguns sons. Gostava de poder escutar as vozes das personagens, principalmente da loba, pois gostaria de conseguir ouvir a sua canção e assim puder também aplaudir.

The Liar Princess and the Blind Prince já está disponível para PlayStation 4PlayStation Vita e Nintendo Switch.

Conclusão da Análise
Lindo
7.5
Um fanático por Nintendo, de nome "Nintendista", que procura mostrar ao mundo o lado mágico da empresa que o acompanhou durante toda a vida.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.