Um dos meus maiores sonhos é conduzir um carro de Fórmula 1. É um desporto que adoro, pela adrenalina que proporciona e as poucas politiquices que o rodeiam. Ora, talvez pelas ultrapassagens e constantes estratégias empregadas por cada equipa, acaba por ser o desporto motorizado (a par do MotoGP que segue quase a mesma onda) que mais destaque recebe.

E se vos dissesse, que aliado a esta adrenalina, existe ainda um desporto motorizado que ainda mais adrenalina traz? É verdade, embora não seja o maior fã, reconheço perfeitamente que conduzir no alcatrão é um doce comparado a conduzir nas piores condições atmosféricas, aliado às piores condições geográficas, eis WRC.

Para quem não conhece, o WRC é um campeonato de rally que aglomera 13 corridas end-to-end em vários pontos do mundo. Talvez pelo facto de cada corrida ser individual, este desporto não recebe tanto destaque quantos outros, embora o interesse seja cada vez mais crescente.

WRC

Este ano a KT Racing trouxe-nos WRC 9, com os seus pontos positivos e negativos, continua a surpreender-nos com a atenção que coloca nos produtos que desenvolve.

Temos como principal foco o modo carreira, onde podemos optar entre ter acompanhamento no decorrer do campeonato, ou decidirmos nós como é que os eventos diários se desenrolam. Mais uma vez, todo o modo carreira é pensado ao pormenor, desde contratar meteorologistas, a sessões de treino específicas.

Lê mais:  PlayStation | Revelados Todos Os Títulos Disponíveis Nos Próximos Eventos De Novembro

Com pena minha, continuamos sem ter personalização dos carros, algo que mesmo num jogo licenciado pode e deve ser permitido.

Para quem preferir apenas condução pura, terão as seasons, onde poderão percorrer o campeonato com o máximo foco no volante. Além das seasons, podem ingressar em corridas online ou aventurarem-se no novo modo Clubs, uma espécie de modo criativo, onde o jogador escolhe todos os detalhes da corrida, desde a pista em si à meteorologia.

WRC

Embora o destaque de WRC 9 seja o modo carreira, a génese deste género de jogos será sempre a condução, e aqui o jogo brilha face ao antecessor. Caso tenham jogado WRC 8, a condução era suave como manteiga, no entanto, no que tocava ao controlo e peso dos carros, acabavam por ser todos bastante semelhantes. Este ano a KT decidiu optar por um maior peso na simulação, o que mexeu bastante com o handling dos carros.

As físicas foram melhoradas no que toca à suspensão, conseguindo uma melhor aderência face ao peso de cada carro, o que ajuda a ter melhor noção do rumo que o carro vai levar. Já para os nossos adversários, não faz diferença sequer existir a força da gravidade, pois continuamos com altos e baixos no balanço da dificuldade, o que complica a nossa percepção de melhoria no jogo.WRC

Em termos gráficos vimos uma melhoria enorme, com visuais mais polidos, mesmo nas pistas que transitaram do jogo anterior para este ano. Existem alguns bugs visuais, mas nada que quebre a imersão e que certamente serão corrigidos. Foram acrescentadas corridas novas, como o Kenya, Japão e Nova Zelândia, todos retratados ao mais fiel pormenor. Não só os gráficos, mas também o som foi polido, dando uma maior atenção a pormenores exteriores à corrida.

Lê mais:  Shenmue 3 | Análise

WRC 9 já está disponível para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e na Steam para PC. Mais tarde, ficará também disponível para PlayStation 5 e Xbox Series X.

Deixa uma resposta

Por favor deixa aqui o teu comentário
Por favor deixa aqui o teu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.