Mesmo a tempo do Grand Prémio de Portimão, a editora Milestone entregou-nos o mais recente titulo da franquia MotoGP, os fãs portugueses agradecem o timing, mas será que temos um jogo onde corre tudo sobre rodas? 

A franquia da produtora Milestone conta com o apoio da Dorna, empresa titular dos direitos do MotoGP e demais categoriais, o que acaba por oferecer uma enorme variedade de pilotos, com mais de 120 por escolher e uma ainda maior variedade de motos e mais de 20 circuitos onde podemos pilotar – e agora é a parte em que como sou português refiro, incluindo a pista de Portimão – incluindo a pista de Portimão, no Autódromo Internacional do Algarve (por esta não esperavam). 

E a temporada de 2022 tem ainda um extra para os jogadores lusitanos, Miguel Oliveira e a sua KTM estão presentes no jogo, na categoria rainha das Motos e será possível levar o piloto lusitano até à glória. 

MotoGP22-Announcement-04-4K  

Um episódio infeliz e as pazes com o jogo

Moto GP é definitivamente um grande simulador de corridas, com inúmeras opções de afinação de motos, tão ou mais completo que os simuladores de automóvel, em particular o jogo da F1, que chega a oferecer menos hipóteses de personalização. Porém, para quem não está habituado a conduzir motos, ou em particular motos com tanta potência, vai sentir uma enorme frustração, e eu que o diga, onde num longínquo ano de 2019, um comando de XBOX sofreu às minhas mãos, após inúmeras quedas. 

Lê mais:  THE HOUSE OF THE DEAD: Remake | Análise (PC)

Mas a franquia aprendeu com isso e o jogo oferece um conjunto de tutoriais que permitem ao jogador menos experiente aprender os controlos e saber levar as potentes motorizadas até à reta da meta, sem percalços. Feito o tutorial, o jogador começa a ter uma ideia de como conduzir a motorizada e desfrutar da melhor forma da experiência que o jogo oferece, que pode completar com o novo MotoGP Academy. 

Vários modos de jogo e nostalgia 

O jogo conta ainda com o tradicional modo carreira que permite levar um piloto desde o Moto 3, até à categoria rainha, seja com uma equipa nova ou a aproveitar uma das equipas existentes, havendo a possibilidade de desenvolvermos a nossa moto e melhorá-la ao longo da temporada – o chamado começar numa scooter e acabar numa KTM de Moto GP

Por outro lado, o jogo oferece um brinde em forma de nostalgia aos fãs de Moto GP. No modo Nine Season 2009, podemos reviver a temporada de 2009 de Moto GP, na qual o campeão foi o icónico Valentino Rossi. Numa espécie de documentário é possível reviver as batalhas ao longo da época como Rossi ou Lorenzo, sendo que o detalhe é tanto que inclui a pista do Estoril ( pertencia ao alinhamento de pistas em 2009). Mais a mais, o modo oferece imagens da época o que torna o modo ainda mais completo e mágico. Uma boa adição a um jogo de corridas que trata de uma categoria desportiva, algo que o F1 poderia aproveitar. 

Lê mais:  ANNO: Mutationem l Análise

O jogo conta ainda com um leque variado de camaras, onde se inclui uma dentro do capacete do piloto, e com a opção de Motion Blur ativa a sensação de realismo chega a ser assustadora. Por outro lado, a recuperação manual não deixa de ser um detalhe interessante, que obriga o piloto a levantar a mota e recompor-se após uma queda, ao invés de um respawn automático. 

MotoGP 22 já está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X|S, Nintendo Switch e na Steam para PC.

CONCLUSÃO
Um misto de emoção sobre duas rodas
8.5
motogp22-analiseUm verdadeiro simulador de corridas com gráficos e detalhes alucinantes, aliado a uma nostalgia com a temporada de 2009, fazem deste jogo uma mistura entre Asseto Corza e F1 21 nas duas rodas, que certamente fará as delicias dos fãs, resta saber se terão mãozinhas para controlar estes monstros de 2 rodas?