Não é segredo nenhum que a híbrida da Nintendo tem vindo, como uma praga de gafanhotos, a transformar-se na casa ideal para fãs dos Shoot’em Ups. Esta afirmação ganha mais força com Mushihimesama (Princesa Inseto), um dos melhores do género desenvolvido pela CAVE que chega, finalmente, a uma plataforma moderna com possibilidades portáteis.

Estranho é, no entanto, este lançamento não incluir também Mushimesama Futari, sequela que teria complementado muito mais o cardápio já existente. Deve estar para breve, com certeza.

Apesar de conotado também como Bullet Hell, um subgénero de videojogos que se distingue por ser mais doloroso que a picada de uma vespa asiática, Mushihimesama contém vários modos que alteram ligeiramente a dificuldade, e alguns até a própria jogabilidade. Existe esta variedade na escolha embora, muito honestamente, não tenha reparado em grande diferença entre todos. Dentro de alguns modos é também possível escolher não só a dificuldade, mas também o tipo de armamento da nossa personagem.

Mushishimesama_01  

Rápido e ágil como uma libélula é o combate e tudo o que conhecemos de um Shoot’ em Up está presente: os power-ups que modificam a arma principal, o especial que limpa o ecrã de inimigos e não só, a chuva infernal de projécteis hostis, a banda sonora que bombeia adrenalina por auxílio dos nossos ouvidos, entre outros meandros mais escondidos para descobrir nos cinco níveis da aventura. Por ser tão padronizado na sua execução, mas de alta qualidade, é fácil de recomendar Mushihimesama como uma excelente introdução ao género para o curioso e aleatório leitor.

Lê mais:  Pokémon Quest | Análise

Não obstante o facto do título se esticar por apenas cinco níveis, relembro que não é só pela forma como o escaravelho se desloca que o torna tão fascinante, mas sim tudo o resto. Mushihimesama possui uma apresentação impressionante que roça o linear entre “isto é estranho” e “isto é divertido”. Toda a temática vocacionada para insectos destaca-se ainda mais por isto mesmo, pois o género é frequentemente povoado por ficção científica e naves espaciais. A ajudar a festa está o grafismo 3D acentuado, em contraste com elementos pixelizados, que transformam toda a experiência audiovisual.

Mushishimesama_02  

Antes de terminar quero destacar a personalização insana do videojogo: opções para alterar a forma como recebes créditos extra, horizontalidade ou verticalidade do ecrã, janelas extra para popular os lados vazios, entre tantas outras coisas para descobrir, que dão um toque mais pessoal à experiência de cada jogador. Tomara que todos os títulos, no cardápio da CAVE, venham para a Nintendo Switch com o mesmo tratamento.

Mushihimesama já está disponível para PlayStation 2, Xbox 360, Steam, Arcade e Nintendo Switch.

CONCLUSÃO
"Shoot’em Up!"
8
Desde muito cedo um confesso apaixonado pelos mundos da PlayStation e consolas Nintendo. No entanto a vida dá muitas voltas e agora o seu amor foca-se nas novas Xbox Series. Nada como paixão à primeira vista, não é verdade?
mushihimesama-analiseCaso sejas um novato no género descobrirás que Mushihimesama é um excelente ponto de partida. Na esfera contrária constatarás que conteúdo palpável, infelizmente, é pouco para satisfazer o palato, mesmo com todos os modos e opções de personalização disponíveis. No entanto é uma aventura muito refinada e divertida, com um ritmo agradável de dificuldade e uma experiência audiovisual fantástica e peculiar. Salva-se também o preço de admissão simpático a ser pedido.