Pokemon Quest foi um dos videojogos que foi revelado na conferência da Nintendo, em Tokyo, a dia 30 de Maio de 2018. Mas para surpresa de muitos, o videojogo teve a sua data de lançamento no próprio dia!

Como não podia deixar de ser, fui de imediato experimentá-lo e agora relanço finalmente a minha análise!

Nota: Esta análise trata-se de um relançamento do mesmo conteúdo escrito, redigido na altura em 2018 noutros arquivos.

Background

Pokémon Quest é um videojogo RPG de acção, desenvolvido pela GAME FREAK, que te transporta para Tumblecube Island. Nesta ilha tudo tem forma cúbica, até mesmo os Pokémon! É uma espécie de mistura entre os videojogos Minecraft e Pokémon Rumble World.

O objectivo principal aqui é realizar expedições, lutando contra Pokémon selvagens e recolher várias recompensas no processo. Mas para isso, terás que construir a tua própria equipa de Pokémon e treiná-la para garantires o progresso da tua aventura.

Mecânicas

A mecânica de jogo é muito simples. Os teus Pokémon movimentam-se sozinhos até aos inimigos mais próximos, atacando-os automaticamente. A única coisa que tens que fazer é seleccionar o ataque especial que queres que os teus Pokémon usem, tanto clicando no ecrã táctil da Nintendo Switch ou usando os controlos dos Joy-Con. Para além disto, há ainda um botão para fazer com que os teus Pokémon se afastem, evitando situações perigosas.

No caso de estares a treinar nos níveis mais fáceis e te aborrecer estares a pensar em estratégias, existe uma opção de combate automático. Uma vez accionada, os teus Pokémon farão os ataques todos sem a necessidade de estares a escolhê-los. Apesar de conveniente, é preciso ter muito cuidado quando jogas em níveis mais difíceis.

Lê mais:  Resident Evil | Showcase

pokemon-quest-02  

Ao contrário dos videojogos de Pokémon tradicionais, a maneira de aumentar o poder dos teus Pokémon é utilizando Power Stones. Estas poderão ser equipadas ao teu Pokémon, em um dos encaixes disponíveis nele. Estes encaixes são desbloqueados conforme o teu Pokémon sobe de nível e são a chave para o crescimento das suas capacidades de combate. Uma vez equipado com uma Power Stone, receberá um bónus, dependendo da Power Stone que equipaste, seja para ataque ou mais vida, mas terás de ter o encaixe compatível com o tipo de Power Stone que queres equipar. Algumas Power Stones vêm ainda com efeitos secundários, como aumentar o movimento do Pokémon ou aumentar o dano crítico infligido.

Ainda deves estar a perguntar-te como é que consegues recrutar novos Pokémon. Pois eu digo-te: fazendo cozinhados! A sério, terás que cozinhar num caldeirão e utilizarás os ingredientes que encontras nos vários níveis. Assim que crias a tua obra culinária, Pokémon vêm até à tua base e tornam-se nos teus novos aliados! Cada combinação atrai diferentes tipos de Pokémon, por isso é preciso estudar muito bem as combinações para tentares obter o Pokémon que mais desejas. Mas caso procures alguma combinação especifica, a Internet é tua amiga!

Desafios

Mas num videojogo destes, nem tudo é um mar de rosas. Apesar de o videojogo ser gratuito, tens uma bateria no videojogo que vai descarregando à medida que realizas expedições. Um vez que esgotada, já não poderás entrar em mais nenhum nível até menos que aguardes 30 minutos para jogares mais 1 OU utilizes X número de PM Tickets para recarregares a bateria.

Lê mais:  Pokémon | Pokémon Horizontes recebe trailer de apresentação

Estes PM Tickets são fáceis de se obter, graças ao sistema de desafios, mas a longo prazo, as coisas podem tornar-se limitadas e só poderás obter mais PM Tickets ao pagares dinheiro real. Sim, se pensavas que podias jogar as vezes que quiseres enganas-te! A menos que pagues terás que esperar para conseguires jogar mais um nível. Para agravar, também terás que usar PM Tickets para conseguires aumentar o espaço do teu inventário, tanto para Power Stones como para Pokémon.

pokemon-quest-01  

Neste videojogo existem ainda decorações que tu podes colocar na tua Base. Estas decorações têm efeitos diferentes, como receberes mais experiência, aumento da capacidade da bateria, entre outros efeitos. À medida que superas uma área no videojogo, desbloqueias outra. Mas existem mais que poderás adquirir na loja, mas a única maneira de comprar mobília é com PM Tickets ou dinheiro real, em alguns casos.

Gráficos

Seguindo para os visuais deste videojogo, as formas bem simples e engraçadas dos Pokémon, quase dá vontade de replicar numa impressora 3D ou até mesmo em LEGO! Os mapas estão também muito bem feitos, seguindo o mesmo padrão simplista e colorido dos Pokémon. Porém, acho que este videojogo é algo de muita semelhança aos videojogos da série Pokémon Rumble, onde tudo era bonecos de corda. Mas, sinceramente, preferia ter mais um novo videojogo Rumble do que ter esta nova abordagem gráfica.

Pokémon Quest já está disponível para a Nintendo SwitchApp Store e Google Play.

CONCLUSÃO
Engraçado
5
Um fanático por Nintendo, de nome "Nintendista", que procura mostrar ao mundo o lado mágico da empresa que o acompanhou durante toda a vida.
pokemon-quest-criticaPokémon Quest é um videojogo viciante e dá para entreter. Porém gostaria de finalmente ter um videojogo 100% gratuito por parte da Nintendo. Mas nem tudo pode ser dado de mão beijada.