A Xiaomi revelou hoje a quarta geração da sua muito conhecida Mi Band, a Mi Band 4. Mas o que trás de novo esta bracelete tecnológica?

A grande novidade que se destaca logo à vista é a presença de um ecrã a cores, agora maior do que o seu antecessor. Com este ecrã colorido, chegarão ainda 60 temas criados, que de certeza vão ao encontro dos teus gostos.

Mi Band 4 continuará a ser resistente a riscos e à água, mas não será adequado para mergulho ou desportos aquáticos de grandes velocidades.

Lê Mais:  Tablet LCD | Análise

No que toca a input, esta nova bracelete terá ainda um microfone, para poderes utilizar controlos por voz e ainda NFC (ainda que só esteja disponível na china). Terá ainda incluído um sensor de precisão de 6 eixos, que permite reconhecer e registar com maior precisão os diversos tipos de actividades desportivas.

Com isto tudo, uma bateria maior terá que alimentar este novo e belo equipamento, e foi isso que aconteceu. A bateria agora é de 135mAh, um aumento de 25mAh em relação ao Mi Band 3, o que vai dar uma autonomia até 20 dias de uso.

Lê Mais:  Tablet LCD | Análise

Para casar com o ecrã a cores, vão estar disponíveis várias cores de braceletes, Preto, Azul, Laranja, Rosa e Bordô. Vai esta ainda disponível uma edição especial dos Vingadores, que trará o botão de fecho da bracelete com o símbolo do Capitão América, Homem de Ferro ou dos Vingadores.

Por fim, os preços desta bracelete continuam muito interessantes, sendo que a versão sem NFC custará 169 Yuan (por volta dos 21 euros), enquanto que a versão com NFC custará 229 Yuan (cerca de 29 euros). Caso queiras as versões especiais dos Vingadores, então aí prepara-te para largar 349 Yuan (perto dos 45 euros). Contudo, fica a nota de que estes preços sofrerão um aumento assim que chegarem às lojas Portuguesas.

Xiaomi Mi Band 4 chegará às lojas chinesas dia 16 de Junho. Informações acerca do seu lançamento por cá ainda não foram reveladas.