Esta série chegou de mansinho… sem ninguém dar pela mais recente criação de Christpher Storer, conhecido produtor de vários especiais de comédia e séries como Ramy. Com casa na FX, cujos conteúdos estão albergados pela Star da Disney Plus, esta série sobre um cozinheiro tem muito mais que se lhe diga do que uma vida na cozinha.

Jeremy Allen White (Shameless, The Rental) é Carmy, um prodígio da alta cozinha que com 21 anos já tinha ganho os maiores galardões da cozinha mundial… A verdade é que com a morte do irmão, ele herda o restaurante de sandes da família que está pela hora da morte e faz sua a missão de elevá-lo a um nível equiparado com os seus padrões.

Adoro a frenética adrenalina das cozinhas de restaurantes, adoro ainda mais séries e filmes que transportam o espectador para o calor do fogão e para a precisão gélida do empratamento de uma sobremesa. Lembro-me de um dos melhores filmes que vi o ano passado, Boiling Point que traduz tudo isto e muito mais. No entanto, não é assim que começa The Bear.

the-bear-  

Esta série começa devagar, há um cuidado grande com o build-up da coisa, com a formação das personagens e com o contar da história porque, ao fim de tudo, isto não é uma história sobre um chef e as suas dificuldades e conquistas, é uma série sobre duas famílias, aquela que fica destroçada pela morte do irmão mais velho e a família que se constrói no trabalho duro dentro de uma cozinha.

Lê mais:  Eragon | Saga terá uma série live-action no Disney+

Vamos aos pontos negativos primeiro. Como se de um bife passado do ponto se tratasse, é a edição dos primeiros episódios da série. Muitas vezes vemos planos postos à pressão, transições “a la” movie maker e coisas sem sentido fizeram-me contorcer no sofá enquanto assistia a esse sacrilégio, e há outra coisa que achei no início mas que talvez não ache tanto no fim… achei que tinha poucas cenas na cozinha, pouca adrenalina mas depois apareceu o sétimo episódio da série.

The-Bear-Disney-2  

Caro leitor/a, todos os episódios têm algo de ótimo, o argumento de Storer é do melhor que vi este ano, mas o sétimo episódio, é a hecatombe de tudo o que até ali vinha sendo construído. Filmado num único take, Carmy e Sydney (Ayo Edebiri) decidem abrir o restaurante a pedidos de aplicações móveis, só que Sydney esqueceu-se de desligar a função de pre order o que leva a que assim que ligam o tablet das aplicações comecem a chover pedidos de uma quantidade imensa. O que dali se passa a seguir é uma masterclass de como filmar e acima de tudo de como ser ator e viver uma personagem, tanto por parte de Jeremy e Ayo mas também dos outros atores e atrizes que aparecem na série.

Este é o ponto forte da série, aquilo não parecem de todo personagens, aquilo são personagens marcantes para a carreira destes artistas, são personagens de vida das quais vai ser difícil dissociar o ator/atriz da personagem tipo Robert Downey Jr. como Iron Man ou Linda Hamilton como Sarah Connor, e isso é por causa do trabalho irrepreensível de todo o elenco!

Lê mais:  Obi-Wan Kenobi | 1º teaser trailer revelado
The-Bear-Disney-3  

The Bear vai ter uma segunda temporada com desafios ainda maiores e eu estou ansioso para tal. Jeremy Allen White tem aqui demonstrado o grande ator que é e ainda pode crescer mais com esta personagem. Acredito que vamos ter mais cozinha na próxima temporada, mais adrenalina e mais amor porque quando se junta família e comida, o desfecho só pode ser esse.

The Bear está disponível no Disney Plus.

CONCLUSÃO
Marcante
7
Sou amante de cinema e tento transpor para palavras aquilo que vejo e sinto no grande ecrã. 26 anos Nascido na Covilhã, crescido em Lisboa.
the-bearEste é o ponto forte da série, aquilo não parecem de todo personagens, aquilo são personagens marcantes para a carreira destes artistas, são personagens de vida das quais vai ser difícil dissociar o ator/atriz da personagem.