A temporada 3 da série You ficou, recentemente, disponível na Netflix, e para todos aqueles que estavam ansiosos por saber o que espera Joe nesta nova etapa da sua vida, então que melhor altura para revisitar este thriller romântico e sangrento que durante o mês de Halloween?

Baseada nos livros You e Hidden Bodies de Caroline Kepnes, esta série vai, certamente, encher-te as medidas nesta época arrepiante.

ALERTA: Esta análise contém spoilers para as temporadas anteriores de You.

Ficha Técnica

A temporada 3 de You,é composta por 10 episódios, e estreou dia 15 de outubro na Netflix. Foi criada por Sera Gamble e Greg Berlanti e escrita pelos mesmos, Amanda Johnson-Zetterström, Kelli Breslin, Kara Lee Corthron, Michael Foley, Neil Reynolds, Mairin Reed, Justin W. Lo, Adria Lang, April Blair, A.B. Chao e Dylan Cohen.

O elenco principal inclui Penn Badgley como Joe Goldberg, Victoria Pedretti como Love Quinn, Saffron Burrows como Dottie Quinn, Tati Gabrielle como Marienne Bellamy, Shalita Grant como Sherry Conrad, Travis Van Winkle como Cary Conrad, Dylan Arnold como Theo Engler, Scott Speedman como Matthew Engler, Michaela McManus como Natalie Engler e Ben Mehl como Dante Ferguson.

História

Joe e Love Quinn Goldberg estão casados e preparam-se para criar o seu novo bebé na sua nova casa em Madre Linda – um idílico subúrbio da Califórnia, perfeito para um novo começo. Mas conseguirão eles levar uma vida normal e deixar o seu passado obscuro para trás quando as tendências obsessivas e perigosas de ambos retornam para os assombrar?

Análise

Apesar de ter aguardado ansiosamente pela continuação de You, devo dizer que esta nova temporada da série teve muitos altos e baixos – começou com um bang, introduziu uma série de enredos simultâneos que deixaram a cabeça do espectador às voltas e acabou com três episódios bombásticos. Em suma, valeu a pena? Pois claro que sim.

You Season 3: Everything We Want To See - Small Screen

Foi uma excelente temporada em que pudemos explorar a fundo a relação entre Joe e Love numa dinâmica diferente: a de família. Com o bebé Henry a pesar como factor decisivo na sua relação, muitas das decisões impulsivas que Joe faria outrora tiveram de tomar o banco de trás em prol de manter a sua família feliz e intacta. Já Love surpreendeu muito por não deixar esse factor impedi-la de executar alguns dos crimes mais hediondos da temporada, aparentemente com pouco remorso ou pensamento estratégico por trás. O que nos deixou com um dilema deveras inesperado…

Lê mais:  Netflix Geeked 22 | Todas as novidades

É interessante ver como a Netflix conseguiu colocar-nos do lado de um assassino em série, Joe, simplesmente porque a sua esposa conseguiu tomar o pódio – a escolha do menor mal. Já em temporadas anteriores tinha sido difícil não simpatizar com uma personagem com um passado trágico, cujas intenções parecem ser boas, mesmo quando mata a sangue-frio. O facto de a maioria das suas mortes terem sido de pessoas admitidamente detestáveis também ajudou – à excepção de uma ou outra, não eram personagens que o público fosse sentir a falta ou com as quais tivesse formado uma ligação. De facto, muito pelo contrário: vê-las perecer às mãos de Joe era sempre satisfatório.

You' Season 3 Finale: Who Plays the Librarian? Marienne, Explained

Ao passo que Joe parece estar no caminho para a redenção, Love desviou-se para o oposto: cada vez espirala mais para o fundo da sua obsessão. Apesar de ambos partilharem dos mesmos traumas (como o medo da rejeição/abandono), parecem ter mecanismos de subsistência muito distintos. Ao ponto que Joe começa a não só temer a própria mulher mas também a perceber que os sentimentos que tinha por ela já não são iguais, o que o leva a voltar ao início: obcecado por outrém.

O desinteresse que Love começa a sentir na pele por parte do marido apenas serve para aumentar a sua loucura, a qual já tinha começado bem antes de qualquer um de nós ter dado conta. O seu crescimento é subtil, mas visível, em cada momento de You, e assim vamo-nos apercebendo da gravidade do seu estado mental.

YOU' Season 3 Cast: All the New Arrivals in the Hit Netflix Show

Esta temporada de You focou-se muito mais nas emoções, psicologia e dinâmicas das personagens do que na ação/crime que premiou as temporadas prévias. Talvez porque os escritores perceberam que mais do mesmo não iria satisfazer o público: algo diferente seria a aposta correcta. E, a meu ver, funcionou – uma perspetiva fresca era aquilo que faltava numa história que poderia, muito facilmente, ser reciclada vezes sem conta e tornar-se, simplesmente, previsível.

Lê mais:  Guia de Kdramas da Netflix | Romance

Não digo que em alguns momentos não tenha sentido que havia demasiada calma, demasiada ausência de “algo” a acontecer. Mas esses momentos foram não só necessários para construir a história e as relações entre as várias personagens como também para elevar o factor choque dos episódios que se seguiram. Um método preguiçoso dos guionistas? Talvez.

Who Is Theo on Netflix's "You" Season 3? What to Know About Star Dylan  Arnold

A adição de novas personagens como os vizinhos Matthew e Natalie Engler e Sherry e Cary Conrad, a bibliotecária Marienne, o jovem Theo, entre outros, também ajudou a expandir este universo que, à primeira vista, parecia tão contido. As personalidades superficiais e insípidas esperadas de habitantes de Silicon Valley fazem um contraste enorme com as de Joe e Love, e levam a algumas das cenas e diálogos mais estranhos (e absurdos) de You.

Outra grande aposta desta temporada foi o uso de humor negro (que já se tinha feito sentir noutras temporadas mas não tão fortemente), tornando certos episódios tão cómicos como repugnantes – algo que funciona extremamente bem neste tipo de thrillers suburbanos. Sem falar nos plot twists que não nos deixaram ficar mal. 

You' Season 3 makes a case against performative activism

As atuações de todos os envolvidos foram excelentes e providenciaram uma experiência imersiva e muito satisfatória, especialmente quando vindas do elenco principal composto por Penn Badgley e Victoria Pedretti – os quais interpretam psicopatas tão bem que, por momentos, nos esquecemos que não são mesmo. Pedretti, em particular, eleva a fasquia mais do que nunca e é impossível ficar-lhe indiferente – para o bem ou para o mal.

Em termos de falhas a apontar, o ritmo errático poderá facilmente dissuadir alguns espetadores de continuar You pois simplesmente há demasiado a acontecer num curto espaço de tempo. Também a introdução de elementos, por vezes, completamente estapafúrdios e implausíveis poderão não cair bem com uma audiência habituada a algo mais sério. Mas, num todo, esta temporada é tão sólida como qualquer uma das outras e vai, com certeza, surpreender pela positiva. 

A temporada 3 de You já está disponível na Netflix.


E tu, o que achaste desta nova temporada? És team Joe ou team Love?

CONCLUSÃO
Surpreendente
7.5
you-temporada-3-analiseCom um plot fresco, atuações imperdíveis, reviravoltas inesperadas e uma forte componente psicológica, a temporada 3 de You não ficou aquém das anteriores. Apesar do ritmo inconstante e alguns momentos "mortos", a história e dinâmicas entre personagens mais do que compensaram as pequenas falhas e tornaram a série na aposta perfeita para esta época de Halloween.